Total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de abril de 2012



O que fazer da vida?





Salve Jorge!!!

sexta-feira, 6 de abril de 2012


A vida é um bom negócio.
O tempo é que é complicado.
porque o tempo é uma magia que ninguém explica; mágica indomável, que ultrapassa os limires do homem.

terça-feira, 3 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012


É MELHOR SER ALEGRE DO QUE TRISTE;;;

Essa tal de coragem...
Anda em falta no mercado...


Onde foi que guardei meu espanto?
Na caixinha de retalhos da minha mãe?
Tenho vontade de gritar até romper os peitos... até sangrar a última veia artéria e coisa e tal.
Porque a sáida estava logo ali, e não havia desapontamentos
Só lirismo.
Mas a cegueira noturna, aquela que impede, se cristalizou igual cicatriz, e o mundo não tem culpa se fiquei a ver navios.
ninguém tem culpa...
Gigante pela própria natureza..
E se o lábaro estrelado é confuso e dilacerante, eu não posso simplesmente cruzar os braços
e percorrer a via crucis...
Não tenho tempo
o amor acaba
Não tenho tempo
a dor não me dói mais
E se a lua não se oferece da janela, vou pro quintal e aproveito o que tenho
mesmo que seja o cinza e arranha-céus...
Não quero tempo
não tenho tempo
Exit. Escapulida.
 Tudo é sem nexo, mas não vou chorar...
o tempo passa.
e você sempre estará lá.
No mesmo lugar.
Maktub.

domingo, 1 de abril de 2012


Se guardo as palavras, elas vão aumentando de tamanho, e  vão ficando tão grandes que explodem sem direção, num caos desadormecido, Quase santo.  Misericordioso.
Não falo isso apenas para me livrar dessa dor
da dor de não ter que dizer.
O vazio impera. Inexorável.
As palavras dormem e não tem presa de acordar

Adoro sapos.
Príncipes são um tédio.