Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Previsões 2009

Já que todo mundo tem direito a previsões, também fiz a minhas







...


Ando me observando por estes dias.

Quieta, percorro os corredores de mim mesma, espano meus problemas esquecidos como quem zune com as teias de aranha dos cantos.

E mesmo me recusando terminantemente a me fazer promessas, me vejo debruçada na janela contemplando o futuro de coisas boas.
Mas não ouso tanto.

Não ouso sequer enumerá-las nas velhas e conhecidas listas, companheiras de uma vida inteira.

Não sou tão corajosa a ponto de armar planos infalíveis e me entregar cegamente a eles.

Desde que vivo um dia após o outro, larguei de lado meu eu acrobático e dou vida a esse eu enfadado de gola rulê.

E por mais que tente me levar a sério, ainda sonho em brincar neste parque de diversões chamado vida.

Como o pequeno príncipe, tenho uma rosa viva guardada numa redoma cujas pétalas guardam uma esplendorasa e calma beleza.

Minha rosa também está perto de despertar.

Mas sou modesta e tranqüila, e sei esperar pelas idiossincrasias da vida.

E vou pela sombra para não me queimar, e vou criando casos porque pra isso nasci.Também sou eloqüente.Gosto de verbalizar. Dou graças a deus, pela poesia.

E como tenho um pouco de boba, um pouco de louca vou me observando sem comoções desnecessárias, me desprendenedo do que é sobra, escacarando as portas para os meus desejos novos.

Timidamente. Sem pretensões.

E,modestamente vou tomando posse do que é meu.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

as bem aventuranças de buda



“Bem-aventurados aqueles que sabem e cuja sabedoria está isenta de enganos e superstições.

Bem-aventurados aqueles que transmitem o que sabem de forma amável, sincera e verdadeira.

Bem-aventurados aqueles cuja conduta é pacífica, honesta e pura.

Bem-aventurados aqueles que ganham a vida sem prejudicar ou por em perigo a vida de qualquer ser vivo.

Bem-aventurados os pacíficos, que se despem da má vontade, orgulho e jactância, e em seu lugar situam o amor, a piedade e a compaixão.

Bem-aventurados aqueles que dirigem seus melhores esforços no sentido da auto-educação e da auto-disciplina.

Bem-aventurados sem limites aqueles que, por estes meios, se encontram livres das limitações do egoísmo.

E, finalmente, bem-aventurados aqueles que desfrutam prazer na contemplação do que é profundo e realmente verdadeiro neste mundo e na nossa vida nele.”

Namastê para todos!

sábado, 27 de dezembro de 2008

cadim de poesia....

Cartão de Natal

João Cabral de Melo Neto


Pois que reinaugurando essa criança
pensam os homens
reinaugurar a sua vida
e começar novo caderno,
fresco como o pão do dia;
pois que nestes dias a aventura
parece em ponto de vôo, e parece
que vão enfim poder
explodir suas sementes:

que desta vez não perca esse caderno
sua atração núbil para o dente;
que o entusiasmo conserve vivas
suas molas,
e possa enfim o ferro
comer a ferrugem
o sim comer o não.


Texto extraído do livro "João Cabral de Melo Neto - Obra Completa", Editora Nova Aguilar, 1994.

arte moderna-o enigma do vazio


(vermelho e preto- Tapies)


Eu não sou critica de arte, e muito menos especialista em arte moderna,aliás não tenho repertório para opinar sobre nada a respeito do tema, mas gosto de ir ver exposições de arte.

Estava lendo o jornal desta manhã(Prosa e Verso) uma entrevista muito massa com o Affonso Romano de Sant`anna que está lançando O Enigma do Vazio- Impasses da Arte e Crítica pela Editora Rocco.

Na entrevista promocional, o autor questiona as falácias teóricas de alguns artistas modernas para endossar o nada de suas criações, o que não faz sentido,criando um tipo de arte mitificada,indescritíveis,impossíveis, ilegíveis... Horríveis!( opinião minha)

Ele diz ainda uma coisa que adorei a respeito da pichadora presa esta semana em São Paulo:Nem toda transgressão é arte, nem toda arte é transgressão."

É isso. Dito e bem dito.Ou dito e feito.

Por mais que todo artista use sua criação como forma de expressão, eu particularmente não tenho saco para celebrar o vazio.Algumas coisa,eu até gosto, mas muita coisa é cansativo, ainda mais para mim, que sou leiga em falácias teóricas, em misticas retóricas...

Trocando alhos por bugalhos, arte moderna é quando você entra num museu pra ver uma exposição e lá tem uma instalação com uma pessoa gritando e tacando ovos fritos em você.

Tem gente que vai achar isso o máximo, tenho certeza.

Mas como sou uma moça bacana, eu creio que tem gosto pra tudo neste mundo.

Mas também como não ando numa fase muito boa, prefiro freqüentar lugares, pessoas e leituras que eu possa compreender, onde a transgressão é simplesmente o compreensível, o óbvio.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

aymoré finaciamentos X sky

Vejam o que aconteceu comigo:

Faz uns três meses,comprei uns móveis para o quarto dos meninos na Rio Decor com condições de pagamento de débito em conta.
Ok.
Faltou grana na minha conta especial, e o raio do Bradesco por causa de uma merreca não pagou a p. do débito.

Tudo bem. liguei pra reclamar,óbvio, a mocinha do gerúndio me deu mil e umas explicações nada "engolíveis, mas plausíveis.

Tudo bem, no problem.

NO dia 19/(sexta)o cara da AYMORÉ FINANCIAMENTOS me liga todo solícito para me cobrar.
Me pede se eu poderia estar depositando a grana ( sem juros)naquele dia com um tal de código identificador. Eu falei Ok.

Só que no raio de shopping que eu fui(Nova America) não tem agência do Real, aliás não tem agencia nenhuma, e quando sai de lá, o óbvio: agências fechadas.

Muito bem. Não me preocupei. Achei que o máximo que ia acontecer era eu "estar pagando"os juros.

Na segunda, despenquei para o banco Real pra pagar a dívida.

Depois de 40 pessoas na minha frente, a dona do caixa falou que esse código identificador só vale pro dia que a financeira te dá o número.

Se fosse outro dia, ela podia te ajudar, mas naquele dia ela não podia......

Ah.... coitadinha.... Mas Ok.

Cheguei em casa,entrei na net, descobri que o Aymoré era do Real, e que a caixa podia sim ter me ajudado, não ajudou porque não quis, porque dá trabalho fazer essas coisas. Ainda mais pra um não cliente.

Hoje resolvi dar fim nisso.

Como sou cumpridora dos meus deveres e dívidas me pendurei no telefone pra falar com um dos "nossos atendentes."

Muito bem, a primeira e segunda tentativas que não deram certo, vou relevar porque meu telefone estava com a bateria fraca e as ligações caíram. Mas a partir da terceira não aceito churumelas.

Liguei e a atendente Simone Dias me informou que seu guichê estava fora do sistema. Ok.

eu liguei de novo. E de novo

E por uma coincidência do destino: "-Ué,Simone Dias de novo? Mas seu sistema não tá fora do ar? "_ Sim senhora.Estarei passando sua ligação para um outro atendente."

Duas vezes isso. E por duas vezes as ligações caíam no menu, até que fui atendida por uma pessoa, que me informou que só poderia resolver esse problema em outro número.O telefone não era aquele, era outro!!!!!

Isso mesmo!Repitam comigo: Não era aquele número de telefone, era outro.

E não é primeiro de abril não, é serio.

Liguei. Consegui falar com atendente de primeira. Mas tava tão p. da vida que nem me lembro do nome do cara.

Eu já tinha perdido mais de 40 min querendo pagara tal dívida, não era receber não, minha gente. Era para pagar!!!!!!

Falei isso pro cara, e contei toda a saga.E ele me pergunta entre cínico e irônico: "_ Mas a senhora quis pagar com um código do dia 19 no dia 22?"

Êpa, êpa,êpa!!!!!!Não agüentei, não sou de ferro:

1º) Não fui informada que o tal código era diário,e eu como consumidora, nunca fiz deposito com código identificador na vida( vocês já?), quem tinha que me informar isso era essa empresa de bosta.(Disse isso aos berros, devo admitir)

O atendente declara num ímpeto pessoal e parcial:" _ Não vou continuar atendendo a senhora, se não parar de gritar."

O que? Como assim?Você tá me mandando parar de gritar? Como assim: Quem é você meu filho? Você podia até mandar eu ficar calma, mas" baixar o tom", "pára de gritar nos meus ouvidos", isso não.

Eu sei que não devia gritar, costumo tratar muito bem todos e todas, mas respondi bem malcriada:- Eu falo assim meu filho, este é o meu tom de voz, e você não tem nada a ver com isso.E então você vai ou não vai resolver meu problema?

Que porra é essa, um atendente questionador?Quando a gente dá tchau, boa noite, bom final de semana ninguém responde, mas mandar o cliente quase calar a boca pode?

Que negócio é esse?

Essas merdas de ligação são gravadas, mas será que alguém ouve?

Minutos depois ligo pra Sky( fusão com a minha adorada Direct Tv, a melhor empresa do Brasil)

A atendente eletrônica, que não usa gerúndios idiotas, que não reclama e nem te manda calar a boca em exatos 2 minutos resolveu o meu problema de pagamento por cartão de credito.

Uma diferença substancial de tratamento.Os atendentes da Sky são maravilhosos, super simpáticos e eficientes.

SKY: EMPRESA NOTA DEZ; atendentes 10, serviço técnico 10, educação 10, gentileza 10!!!

A Sky é tudo de bom, a primeira e única! E agora a melhor empresa do Brasil!!!

Enfim.A culpa de tudo isso? Do Bradesco.

domingo, 21 de dezembro de 2008

curto circuito


Hoje fazem oito dias que parei de tomar o anti depressivo.

Minha cabeça tá um curto circuito. Acho que são os parafusos voltando pro lugar de sempre.

Espero que meu cérebro não se esqueça que tenho uns parafusos a menos.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008


O pior que alguém com depressão pode sentir é não ser compreendida pela doença.

Peço paciência. Tenho perda de memória. Não sei onde guardo, o que faço, o que fiz, ou o que farei.

Não sei o nome dos lugares que viajei, por onde fui com quem falei.

As vezes isso é uma benção. Às vezes, maldição.

Não tenho vontades, nem vontade de perguntar sobre a vida dos outros, quiçá a minha.

Peço a Deus uma vida tranquila,e que as coisas que desejo não sejam mais do que mereço receber.

Ultimamente preciso conhecer pessoas interessantes que possam me enriquecer de carinho, de amizade, de coisas raras, de risos, de partilhar sonhos, que me dêem amor sem me cobrar nada, sem insultar minha sensibilidade.
Que me queira como sou: Ranziza e delicada.
Monstra e frágil.
Medrosa e louca por desafios.
Tímida e safada.
Louca e meiga.

Sou feita de tantos e tantos recantos, que muitas vezes me perco dentro deles. E a tendência ultimamente e ficar por lá mesmo.

Só saio pra molhar minhas plantas.

coisas de natal


Depois da saga dos pisca piscas, saí em busca dos presentes de natal de última hora.
Graças a deus, fui numa hora tranquila, almocei uma saladinha básica e cheguei em casa sã e salva.
Os pisca-piscas continuam aqui em cima da mesa. São vários.

Amanhã quando o pedreiro chegar peço pra ele enfeitar a casa junto comigo.
Como eu sempre digo: Se você tem um bom porteiro( nesse caso um bom pedreiro), marido pra que?

Comprei três pés de rosas: Uma amarela, uma salmão e uma vermelha.

Lindas de doer.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

etcetera e tal


Hoje sai comprando todos os pisca pisca interessantes que vi nas lojas.

Final da história: Não sei onde coloco tanta coisa!

Tasquei um pisca pisca na cozinha e até um ultra fashion no pé de boldo!!!!

Como disse a Elza Soares: Eu sou uma mulher muito doida!!!!

Alhos por Bugalhos:

Tô chorando desde cedo,porque Fafá minha sobrinha-filha do coração vai pro Alabama e só volta em abril.

Tô desconsolada! Chorei até com o taxista que me trouxe pra casa carregada de pisca-pisca!!!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

eugênio de andrade

A poesia de Eugênio de Andrade me encontrou.

De um lirismo sem fim, de uma verdade tão linda.

E sua fala, é o que vou desejando a todos e a todas, ao mundo, à você....

"É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer."

material para editoras

(Monet)

Hoje acordei disposta a mandar alguns originais para a pilha das ilusões das editoras.

Bem, disposta estou. Fiz uma carta-apresentação bacana. O material é bacana.Sou uma moça bacana, vamos ver se os editores serão bacanas também.

Estou bem até começarem a chegar as recusas.

"Sinto muito, mas já temos uma pilha de gente igual você, minha filha, que enche nosso saco o ano inteiro, querendo uma oportunidade. Ô gente chata, toma um chá de simancol, se liga na fita, vai cantar em outro terreiro..."

Não. Não é bem isso o que eles falam. Mas é o que gostariam de dizer.Eles são muito profissionais. Ou nosso material não se enquadra no perfil da empresa, ou o orçamento para o próximo dois anos já está comprometido com os lançamentos pre-determinados pela empresa.

Não é nada pessoal. É nominal mesmo. Porque o que vejo de gente que não tem nada a ver lançando livro por aí. Até a Angélica lançou livro de culinária!

Tenho uma caixa de cartinhas de recusa das editoras.

Guardo para a posteridade.

Estou entrando na fase on line. Oxalá que não comece a lotar minha caixa de e-mail,
de recusas.

Torçam!Preciso de uma forcinha público!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

al zaid, o homem da sapatada



O jornalista Al-zaid aquela da sapatada no Bush, foi preso e espancado violentamente numa prisão em Bagdá.

Será julgado e pode pegar dois anos por atacar uma liderança. A sapatada já virou joguinho na internet na página http://bushbash.flashgressive.de/

Esse Al zaid é um herói isso sim. Devia era ser ovacionado por todos aqueles que queriam dar umas sapatadas em políticos sem noção igual ao Bush.

E a minha sapatada goes to:

Para todos as pessoas não gentis, ineficientes,incompetentes, que ao assumirem postos públicos nos lugares das pessoas competentes, utilizam de assédio moral, para martirizar o outro, julgando-se os reis da cocada preta.

generación Y

Eu nem sabia que existia isso na internet, mas como dizia o Moisés, o meu técnico de info: Tudo pode acontecer no mundo da internet.
Eu li na Folha que o" blog Querido Leitor (queridoleitor.zip.net), da jornalista Rosana Hermann, venceu a quinta edição do concurso que premia as melhores páginas desse tipo, na categoria de língua portuguesa. Ela venceu tanto na eleição do público quanto na escolha do júri da premiação, promovida pela rede de TV alemã Deutsche Welle."

Um tal de The BOBs,que fez as escolhas. Não é a lanchonete não minha gente.

Eu fiquei feliz pela Rosana, gosto demais do seu trabalho, dos seus posts, dos eu bom humor.

Na sua página, "mantida desde 2000, Hermann posta textos curtos sobre generalidades, de política à cultura, passando pela própria internet, além de relatos sobre o que está fazendo no momento --em uma antecipação da prática que virou febre na rede por meio do Twitter."

"Ao escolher o blog de Hermann, o The BOBs segue a tendência de premiar profissionais que nasceram na "velha mídia", como a televisão, e depois decidiram investir na internet."

Já o "blog cubano Generación Y, produzido por Yoani Sanchez, ficou com o maior prêmio do concurso. Na página, eleita o melhor blog do mundo em 2008, Sanchez fala sobre as dificuldades enfrentadas por jovens em Cuba."

"A organização do The BOBs informa, em nota, que o júri ressaltou "seu estilo poético, mas com uma forma clara de expressão", além do "alto poder simbólico para toda a blogosfera".

Por conta das limitaçõs politicas e tecnológicas "Sanchez precisa enviar textos aos amigos de fora do país, que publicam os textos."

"O The BOBs avalia blogs em 11 línguas e premia as melhores páginas em 16 categorias."

Hum chique isso hein. Espero ardentemente que meus 15 leitores e dois seguidores encham a caixa desse tal de The Bobs.

Hoje acordei com mania de grandeza. Quero porque quero um the bobs.

Serve um Big bob, se não tiver rola um bob burgão.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

...


Sempre sonhei em ter uma casa com jardim. Estou me realizando: Plantei dois pés de jasmins, uma de buganvília branca e um pé mussaenda, uma planta cor de rosa desmaiada que dá uma pequena flor amarela em formato de estrela.
Por ora me sinto realizada.Essa coisa de jardim é uma das maiores encantarias da natureza!
Mas sinto que é uma coisa passageira, como tem sido tudo na minha vida ultimamente.

"No mistério do Sem-Fim,
equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro:
no canteiro, urna violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,
entre o planeta e o Sem-Fim,
a asa de urna borboleta."( Cecilia Meireles)

Hoje não tô pra prosa.

domingo, 14 de dezembro de 2008

revoltas de domingo



Hoje acordei irritada e atrasada pra colocar a Ju e Bi pro retiro da primeira comunhão. Depois tomei café, engoli o anti, e recebi o pedreiro que está fazendo o telhado da área de serviço e depois dormi de novo e acordei inda pouco com o raio do pedreiro martelando, martelando, martelando....

Dá vontade de mandar ele martelar a mãe.
estou numa fase tão sem paciência, que nem sei. E o pior é que já sai da TPM deste mês.
Não tenho paciência pra aturar choro de criança, birra de filho,papo de salão, dramas da melhor amiga.
Estou sem paciência pra chateação de qualquer espécie.

Não estou interessada em saber porque o Ronaldo trocou o Flamengo pelo Corinthians, se Ana Maria tá sentindo remorso depois de ter chamado o defunto de vagabundo, se o Lula falou palavrão, se a crise já chegou, tampouco se meu cartão de crédito vence dia 18 e não tenho dinheiro pra pagar, se meu decimo terceiro sai no dia 16 pra pagar o Lis do Itaú...

Eu estou numa fase tão sem paciência que nem Law and Order Special victims, nem meu amado House me distraem.Parodiando Lula, quero que todos sifu...


Ontem tentei tirar uma foto da lua no modo noturno na p. desta minha máquina , fui pra calçada porque tinha um ponto que eu queria explorar: A lua dentro de um circulo de galhos de árvore.

Daqui a pouco para um carro:_Tia, o que você tá fazendo uma hora dessas, na rua, de camisola?

Era minha sobrinha Fafá e o noivo indo pra night e eu eu tipo meia noite, caçando motivos pra um sábado à noite.


Ontem assisti aquele documentário antigo da Madonna " Blond Ambition".

Personagem detestável essa moça hein!E depois que fiquei sabendo que após ela fazer xixi e cocô tem que se trocar tampa do vaso "quadrada" que ela usou, eu fiquei pensando: " Será que essa moça sabe que é humana, e que um dia vai morrer igual a todo mundo, e ser comida por vermes, ou queimada e suas cinzas jogadas sei lá onde?

Gente, é muito palhaçada, viver assim. Mesmo que se tenha na conta um bilhão de dólares.

Uns me responderão: Ela pode.Coisa de Diva.
Eu respondo: Coisas de gente sem noção.

Sinceramente? prefiro meus devaneios de mulher comum, e que de tão comum, sei separar muito bem a grande artista da pessoa humana que ela é.



A ONG Rio de Paz deixou-nos novamente estarrecidos com mais uma de sua manifestações visuais. 16 mil cocos na praia de Copacabana representando
16 mil vitimas de morte violenta no Estado do Rio nos últimos dois anos. 16 mil casos sem solução.

Estou meia influenciada por Medical Detectives, onde aparecem especialistas de tudo: perito em borrifo de sangue, perito em solas de sapato...
Enquanto a policia de lá não resolve os casos de violência contra o cidadão, eles não sossegam, se sentem comprometidos pessoalmente em dar respostas para as famílias das vitimas.E a resposta,é a solução do caso com os culpados devidamente julgados, presos ou mortos.

Policia do Rio: Vergonha, vergonha, vergonha!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

....

Ontem foi aniversário da Mimi, minha sobrinha mais velha, que fez 24 anos.

Tudo bem que comemoramos no sábado no luau em Búzios, que por sinal tava tudo de bom. Só faltou uns colírios pros olhos, mas tá perdoada, Mimi, tá perdoada.

Ontem, comemoramos oficialmente.

Ficamos num vaivém danado entre o bar e o apartamento que ela mora.

Mas o que deu pra perceber desde o luau, é como as pessoas estão bebendo.

A quantidade de álcool que essa rapaziada ingere por noite dá uma overdose....

Eu fiquei de titia, só na coca cola e apreciando a lua.

Loucura total.

E por falar em overdose, o ex da Suzana Vieira morreu....

Será que a Ana Maria Braga tá com remorso?

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

ser mãe


Tem dias que é difícil ser mãe.

Dá uma vontade louca de sair correndo e deixar tudo rolando pra trás.

Saudades infinitas dos dias de solterice: Dormir até tarde, paquerar a vontade , ler um livro na santa paz do senhor, ficar trancada no quarto dias e noites sem ninguém pra incomodar...

Ah! E que falta do silêncio, da paz do silêncio, da paz de não ser incomodada a todo instante , de ter que a todo momento explicar, ensinar, desapartar brigas, interferir...

Ai que saudade de apenas viver a vida. A minha vida.

Tudo complica mais com filho na pré adolescência e adolescência...

e eu tenho dois meninos nessa fase.

Gente! socorro! são muitos questionamentos...Um saco!!!!!

Questionam tudo desde o porque do professor de violão gostar mais de jazz do que de rock and roll, até o menu do almoço de todos os dias...

Ainda bem que ainda me lembro muito bem de como essa fase é complicada, e se a coisa aperta, o bom e velho argumento de autoridade é irrefutável: Já pro seu quarto!

Mas que dá vontade de sair correndo dá.

capitu


Ontem estreiou Capitu.

Ainda estou em transe com algumas cenas;Lindas cenas.

Particularmente gostei muito. O exagero da cinestesia de Michel Melamed me agradou bastante, dando a D. Casmurro, ares nunca dantes sonhados por mim.

Circence, mabembe, meio teatro de bonecos.

Quando li e sempre que leio nunca imaginei o Bentinho assim.

Mas a arte, ah! arte faz com que tudo seja possivel

Mas vamos, não há mais porque discutir ou não a traição de Capitu.

Sim. Capitu traiu Bentinho. Senão ela não seria Capitu.

A traição velada não disfarça os traços bem definidos de Escobar no menino Ezequiel.

Tanto que depois de sua morte há o alivio. O alivio que todo traído sente ao ver a prova da traição fenecer.

O silêncio de Capitu, sua morte sozinha é a revelação da sua culpa.

Forte como era, lutaria com unhas e dentes para superar junto com Bentinho a dúvida. Ela o fez. Mas não o suficiente.

Seu coração era de Escobar.

Machado deixa em aberto a traição, porque seria um escândalo falar em adultério naquela época.

Exatamente porque há traição, há a narrativa.

Ese é o meu ponto de vista.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

bestialidades


E findas todas as certezas, será ainda que no final nos lembraremos de nossa humanidade?

O homem anda tão bestial, tão insano na busca de conquistas cada vez mais materiais que anda se esquecendo das coisas simples, do simplório ato de cumprimentar o outro, de apreciar a natureza, de sentir-se parte ou invés de dominador do mundo, esquecem do lindo ato de educar crianças...

Inda ontem comentava com uma conhecida que o comportamento humano anda tão por baixo que essa leva de pais que emancipam os filhos achando que estão se auto emancipando estão criando uma geração de crianças que queimam etapas da vida, que se auto consomem em conceitos baseados na mídia, nas novelas, nas revistas...

Cabelos escovados, dietas, unhas feitas, roupas de marca,numa transa sexy, meninos erotizados, quase uns psicopatas.... Uma coisa doentia mesmo.

Como se já não bastasse a infância líquida de refrigerantes, de tecnologias, de videos games...

É triste mas as crianças não sabem mais brincar....

E o pior tem acontecido com as meninas.

Conheço meninas de 8 anos que comportam-se como mulheres sob os olhares complacente dos pais, recusam -se a brincar de bonecas porque isso é coisa de criança...

Findas as certezas tenho medo do que sobrará.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

festas de final de ano


Final de ano vai chegando e de uns anos pra cá venho me sentindo agoniada com isso.

O natal que sempre passou batido pela minha infância, se esbarrou numa adolescência orfã de pai, complicada e problemática regado a muita droga e bebida.

Não via o natal. estava sempre muito...

Muito bêbada, muito louca, muito roncando, muito ausente...

Depois dos filhos o natal ganha um novo significado: tem luz, jesus, papai noel e risos e alegria e biscoito de chocolate e leite pro bom velhinho...

Hora das renas, hora da missa, hora da ceia....

Ganhei uma paz interior nestes natais de meus filhos pequenos, apenas pelo brilho de felicidade dos olhos deles.

E agora, eles crescidos, papai noel conhecido,menos pela Juju, vou ganhando uma agonia, uma certa desconfiança muito conhecida de outros carnavais, ou melhor, natais.

Não me drogo nem bebo mais, pelo menos com o que me drogava e bebia.

Hoje tomo outras drogas, lícitas e indecorosas.

Pra me livrar do medo. O mesmo medo que eu tinha anos atrás e que fumava 1zinho pra passar.

Louca a vida né?

Vida louca, como já diza o eterno poeta Lobão.

E assim vou vivendo estes dias, com um olho nas trevas e outro no papai noel.

sábado, 6 de dezembro de 2008

buzios


Vou partir pra Buzios.

Eu,minha máquina e minhas inquietações.

Mar azul, um luau, a noite e algumas recordações.

minhas recordações.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

como lidar com a depressão no dia-a-dia


Estou em processo de recuperação da depressão. Ainda tomo anti depressivos.

Um dia sim.Três dias não.

Desmame cruel esse. Cabeça confusa confundindo o mundo, e querendo fugir desse mundo que se chama fundo : o fundo de nós mesmos.

Andei navegando por alguns sites e descobri essas dicas.

Não sei se vala apena, mas sempre vale, por isso vamos a elas.

Como lidar com a depressão no dia-a-dia


As sugestões abaixo podem funcionar, ou não. O importante é que se descubra um método de lidar com a depressão que funcione para você.

Advertência: As dicas abaixo NÃO substituem um tratamento apropriado conduzido por um profissional. Elas devem ser testadas e utilizadas fora do período de crise severa.

* Escreva. Pode ser num caderno, no computador, até um e-mail (que pode ser enviado ou não, o importante é escrever). Escrever nos força a pensar, a colocar os pensamentos em ordem (ainda que mínima), e isso pode ser de grande ajuda.
* Faça uma fita com suas músicas preferidas, aquelas que fazem você querer sair dançando.
* Leia. Pode ser ficção (aquela que você está querendo ler há séculos, que está na lista das mais vendidas), uma biografia de alguém que você admira, um livro de auto-ajuda. Ler obriga a nos concentrar.
* Não fique sozinha. Encontre pessoas. Ou pelo menos ligue para elas. Se você sente que não tem para quem ligar, experimente o CVV (Centro de Valorização da Vida).
* Abrace alguém ou peça um abraço.
* Para quem que tem diminuição no apetite,lembre-se de comer. Repare se algum tipo de comida (açúcar, por exemplo) muda seu ânimo.
* Se você tem banheira em casa, tome um longo banho. Se for possível, adicione algumas gotas de óleo perfumado ou sais de banho.
* Fique brincando no computador.
* Alugue comédias na locadora.
* Saia para uma longa caminhada.
* Dance. Em casa, sozinha, ou fora.
* Brinque com uma criança.
* Leia os quadrinhos no jornal.
* Faça alguma surpresa bacana para uma pessoa que você gosta.
* Se dê um presente.
* Observe o céu, uma flor, uma planta, um inseto.
* Faça algum exercício físico. A atividade física ajuda a aumentar os níveis de serotonina (a substância que produz sensação de bem-estar) no cérebro.
* Fique exposta à luz, de preferência do sol. Se o dia estiver nublado ou você estiver num lugar que não recebe luz do sol (no escritório, por exemplo), vale luz artificial. Não precisa ser muito tempo, quinze minutos está bom.
* Cante.
* Arrume ou limpe algum canto da casa. Quando a vida parece estar descontrolada, é ótimo para ajudar a ter senso de controle sobre sua própria casa ou quarto.
* Levante da cama. Um sentimento comum na depressão é a culpa, e ficar na cama o dia inteiro só aumenta esse sentimento. Por mais impossível que pareça, levante-se!
* Faça trabalho voluntário.
* Divida grandes tarefas em tarefas menores e mais simples. Defina prioridades. Faça o que puder, quando puder.
* Durante a depressão, não tome nenhuma decisão que possa mudar sua vida, como largar o emprego, se casar ou se separar. Se houver pressão por uma decisão, diga que você resolverá o assunto assim que a depressão for embora.
* Não aceite pensamentos negativos, comuns na depressão, como verdadeiros. Lembre-se de que a sensação de que nada pode melhorar a depressão faz parte da doença. Um tratamento apropriado vai mudar isso.
* Sinta-se livre para procurar uma segunda opinião médica a respeito da sua doença.
* Desmarcar consultas por estar "muito mal para ir ao médico" definitivamente não é uma boa idéia!
* Quando começar a se sentir melhor, não tente fazer de uma vez só o que não fez em um longo tempo. Uma coisa de cada vez.
* Se você é adolescente, tente conversar com seus pais. Diga-lhes como se sente.
* Construa uma web page !
* O meu conselho preferido de como lidar com a depressão no dia-a-dia é: arrume um animal de estimação.Eu tenho preferência por gatos, que são limpos, espertos, divertidos, carinhosos e não dão muito trabalho. O compromisso de cuidar de um animalzinho e a alegria de ter um por perto ajuda a manter a cabeça no lugar.

mudanças por aqui

É cansei daquele template...
cansei da mesmice e optei por mudar a cara do blog.

É melhor que fazer um novo blog. Dá menos trabalho.

Espero que tenham gostado.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

epârrei!


Hoje é dia de Iansã.
Vos rogo que meus desejos sejam realizados e que o universo conspire a meu favor,com as suas benções, minha mãe elemental....

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

os amantes

( Rene Magritte- Os Amantes)

Beija-me na escuridão de nós mesmos...

no nosso vazio coletivo e impessoal.

Beija-me criatura estranha que não comheço
mas que sinto o cheiro
e gosto...

Estranha-me em todos os sentidos
e beija-me no silêncio de nós dois.