Total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Diario da Fafi: a paz de você

Diario da Fafi: a paz de você: Muitas coisas acontecem quando estamos no processo de auto conhecimento. Todos os dias descubro uma fragilidade que nunca havia pensado, ...

a paz de você

Muitas coisas acontecem quando estamos no processo de auto conhecimento.
Todos os dias descubro uma fragilidade que nunca havia pensado, ou ganho uma potencialidade que nunca havia esperado.
E isso tudo porque?
Porque estou prestando atenção em mim mesma.
Porque me ouço, me entendo, estou do meu lado.
Tem dias que simplesmente pego minha mão e me sinto presente. E isso é uma ação tão boa, que no mesmo instante fico feliz.
E tem dias que não é fácil. Tem dias que é preciso neutralizar a negatividade, os maus pensamentos com muito empenho. Mas descobri  que uma coisa fácil e simples é ouvir um mantra. Nas horas de dificuldade mental ou espiritual,  escuto Carry Me da Snatam Kaur e tudo se transmuta em paz e amor.
Todos os dias é um: _ Eis-aqui. para aprender, crescer, entender, e transformar.
Não é fácil.
Mas é bom demais  sentir a paz que emana de nós mesmos.
Observe. Experimente estar com você.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

...


 

As coisas existem, porque existem. É assim que é.
Por exemplo, se não existisse desafios, você e eu jamais teríamos a consciência da força que reside em nós.
Da nossa  enorme  capacidade  de fazer coisas extraordinárias no mundo.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

desafio do dia



Esses dias tenho vivido dias delicados de saúde.
Fiz uma viagem à Amazônia e voltei com sintomas desconhecidos, que me fizeram retornar a um quadro depressivo, há muito tempo esquecido por mim.
Não tem sido fácil, mas o auto conhecimento tem sido fundamental na superação das minhas dores internas.
Eu estou participando do desafio 300 dias de gratidão da Flavia Melissa e tem sido dias muitos felizes de agradecimento, que me trazem paz e humildade.
Mas também, tenho uma rotina que é  me desafiar  todos dias a uma postura diferente e positiva, e decidi isso com os meus leitores.
 O desafio de hoje é ser gentil comigo mesmo. Fazer coisas que alegrem meu coração e minha alma. É não permitir que nada de mal me aconteça, me proteger de pensamentos ruins, estar 100% presente comigo. Este é o meu desafio . Ser gentil comigo.
 Você quer participar? seja gentil com você hoje!
Depois me conte como foi.    

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

eu sou a solução do meu problema


Se temos um problema, acredite, fomos nós mesmos que os trouxemos para nossa vida.
Nada mais justo, que já que arrumamos encrenca para nós mesmos, que a gente solucione o que fizemos, certo?
E a solução não está em nenhum outro lugar além de nós mesmos.
Eu sou a solução do meu problema.
Você é a solução do seu problema.
Não  devemos esperar que os outros resolvam os  nossos problemas, porque eles não vão fazê-lo.
E se o problema estiver completamente fora da nossa área de controle? entrega e confia.
É assim que eu faço: entrego, confio e esqueço.
Eu faço a minha parte e deixo o universo fazer  a dele.
As coisas acontecem.
Observe.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

perseverar é nao desistir

 
Perseverar é um verbo transitivo indireto e intransitivo, que quer dizer persistir, permanecer, ser constante.
Também  pode ser predicativo no sentido de continuar, permanecer.

Então  vamos aos meus resignificados.

Perseverar  como predicativo indica continuar numa situação, permanecer num jogo, num relacionamento, num projeto, numa ideia. Até quando?
Se seu coração lhe diz sim, se a situação não te oprime e você se sente leve, até a  coisa acontecer, até acontecer o milagre.

Porque a gente não persevera do nada, do vazio, da mesma maneira que não perseveramos quando não sentimos  que a verdade existe onde  queremos permanecer.

 As vezes persistir é persistir no erro. e isto não é perseverança.

Perseverança é cheia de boas  intenções,  de bons fluidos e pensamentos, de verdades legitimas.
A gente  não persevera no acaso.
A gente não persevera na pirraça.
Na vontade egóica.
Perseverar é uma virtude, um valor distinto de todos os outros. Porque os valores, como as pessoas, as coisas, as plantas,  os bichos e as estrelas no céu, são diferentes. E está tudo bem.

Perseverar é um verbo transitivo  indireto  não possui sentido completo, portanto  precisam de complementação, precisa de uma preposição, de um objeto indireto para ganhar significado. Mas é também um verbo intransitivo, ou seja não precisa de complemento. Você pode apenas e simplesmente  perseverar.
Esqueça as preposições, esqueça os objetos indiretos.

Perseverar como verbo quer dizer ser constante,  é estar consigo, estar em si,  e assim, querer  o  melhor pra si.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

consciência do medo


Ter consciência dos nossos medos é tao importante quanto  ter consciência  dos nossos desejos. Os medos sabotam nossos desejos, nossos projetos, nossa empolgação mais legítima.Nosso medo tem medo do novo, tem medo de se arriscar, e  assim vai, forjando resistências, a uma mudança desejada, a um novo projeto, a tudo que é diferente....
Tomar consciência  dos nossos medos é  aprender a  nos perguntar: Porque estou com medo disso? qual é a causa desse medo? o que vai acontecer se eu fizer ou não fizer isso?
É necessário  aprender a ouvir a nossa resposta,o que nosso interior tem a nos revelar e  usar o senso critico se queremos  que o medo não sabote a nossa vida e nem nossas escolhas.
Vamos aprender a nos ouvir, nos entender. nos respeitar, a  nos aceitar?

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

ubuntu, proverbios de sabedoria africana

Eu sou escritora.
E é uma delicia poder contar, recontar através de palavras sobre os sentimentos, emoções e saberes. Quem não é um autor famoso, que vende milhões  de dólares em best sellers,  tem que criar sua própria realidade para  que as pessoas possam ler o que escrevemos.
Muito antigamente, os autores que tinham  suas obras rejeitadas pelas editoras ficavam  dentro de pastas, dentro das gavetas das suas cômodas ou escrivaninhas. Hoje,os originais  viraram arquivos, que ´por sua vez, ficam em pastas dentro do PC.
Mas o uni entende de democracia e criou para os nossos excluídos uma realidade maravilhosa: o Amazon
Ou seja, aquele "arquivo" ou obra, ou original que não  foi aceito, sabe-se lá porque na editora, vira a sua obra na estante digital da livraria.
 Foi isso que aconteceu como meu Ubuntu, Provérbios de Sabedoria Africana.

Esse livro  eu escrevi como uma homenagem aos meus 10 anos de envolvimento com Educação Étnica, onde pude conhecer saberes milenares dos países africanos, conhecer a  história brasileira a partir de um novo olhar nunca  mostrado nos livros da escola,  organizar discussões  e  palestras com os maiores nomes da afrodescendencia do  Rio de Janeiro e do Brasil.
Não teve como  estar 10 anos envolvida com Africa e não reconhecer seus valores fundamentas na nossa vida, na nossa identidade, na nossa  mistica e na nossa cultura.
Os provérbios para os africanos é um modo de ensinamento, baseado na oralidade, e eu penso que isso é a força  deste povo maravilhoso. 
 Deixo aqui um pequeno  trecho da Introdução
"As histórias africanas são conhecidas como as mais belas e sábias de todo o planeta e trazem até nós, de maneira quase poética, ensinamentos ancestrais que nos servem até os dias atuais.
A África é o continente-mãe no que diz respeito às tradições, ao espírito comunitário e aos valores humanos agregadores como solidariedade, altruísmo e liberdade.
Ubuntu é uma palavra africana, e não existe uma tradução exata para seu significado em nenhuma língua do mundo." 

 Se vc quiser  conhecer a obra completa, é aqui,  

terça-feira, 11 de agosto de 2015

produtividade

 multitarefa-produtividade.jpg

Nossa vida é intensa e por vezes, não damos conta de fazer todas as atividades que nos propomos.

E cobramos a nossa própria produtividade.


Porém, produtividade para mim, tem a ver com auro conhecimento.


Quer saber como? 
Eu criei um manual exclusivo em PDF sobre como gerar produtividade em nossas atividades e projetos. Não é receita de bolo gente! Mas são reflexões de como mudando nossas atitudes, geramos melhores resultados em nossos projetos.
Tudo o que escrevo vem de minhas leituras de livros, leitura de mundo, observações, e principalmente, minhas vivências.
Compartilho com vocês, o manual aqui.Podem baixar, é totalmente FREE, e se quiserem usar o material, podem usar, sem problemas, desde que sejam respeitados meus direitos autorais, ok?
Espero que façam uma excelente leitura e que o material seja útil para vocês.
Gostaria muito de receber o feedback de vocês, a respeito do material, ok?

Beijos. Emoticon heart

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

metade da laranja


 
Hoje estou meio romântica e decidi escrever sobre  algo que eu sempre busquei na minha vida: a outra metade da minha laranja.
Acredito que não somente eu, mas milhares de pessoas no mundo vivem este mesmo desejo. Termos ao  nosso lado, uma pessoa  que complete a  abundância  universal de nossa vida,

Em tempos de relações tão escassas, em que o cinismo, as mentiras  e a hipocrisia imperam, como saber que aquela conexão que você sente num nível mais profundo com uma pessoa  é realmente a possibilidade de um encontro especial nessa vida?
Estamos tão duros conosco mesmo e com os outros.
Estamos tão exigentes com todos e com  todas as coisas.
Estamos exigindo a perfeição: de corpos, mentes, atitudes padrões.
Estamos pouco abertos para conhecer pessoas que fujam dos padrões impostos pela mídia, ou pela sociedade.

Mas como sabemos que encontramos aquela pessoa especial, que toca a nossa alma de uma maneira que nenhuma  outra fez?

Eu, pessoalmente, não acredito que um  relacionamento ideal seja aquele em que não tenha brigas, ou desentendimentos. As pessoas são diferentes.
A perfeição é inexistente.
Mas tenho certeza que o relacionamento ideal tem conexão, empatia. química sexual, intimidade, desejo de futuro e todos os tipos de comunicação verbal e não verbal possíveis.

 Portanto, não  vamos fazer dessa busca, uma  luta com um bicho de 7 cabeças.
A primeira coisa a fazer,  é relaxar. O universo entende que quando estamos relaxados com relação a qualquer assunto é porque temos plena confiança nos resultados positivos.
A segunda coisa é acreditar.
Nos dias atuais, as crenças limitantes dizem que é impossível, numa análise bem superficial, encontrar uma pessoa bacana para namorar e casar, ou simplesmente viver o fluxo da vida.

Se colocarmos a nossa mente no seu lugar que é cuidar dos aspectos  lógicos e práticos da nossa vida e deixarmos para a nossa alma observar, comandar o nosso emocional, e se entregar  ao fluxo da vida, aposto que tudo  de bom acontecerá.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

07 dicas para viver infeliz



Sim, é isso mesmo que você leu: darei 07 dicas para você  viver uma vida de infelicidade. amos a elas;

1- Viver a  sua vida buscando culpados
Você busca culpados para tudo o que te acontece de ruim, como se você não tivesse gerência sobre seus atos;
2- Viver por viver
Você vive porque acorda respirando, mas não está 100% presente em sua vida.Se acontecer uma tragédia, tudo bem, se acontecer um milagre, também;

3- Não estabelecer metas
Você  não tem metas, nem sonhos , nem propósito, nem missão. Complemento do item 02;

4-  Viver no isolamento
Você  vive isolado de todo mundo,  mas isso não quer dizer que cuida de si. Vá ver o mundo,  interaja, escuta um musica, leia um livro, vá dançar, participe de uma palestra, faça uma caminhada ao sol,  esteja perto de quem te inspire;

5- Se focar nos próprios erros
 Você   não consegue se perceber enquanto um ser capaz de coisas extraordinárias, mas apenas como um ser que só faz burrada na vida;

6- Não ter contribuição social
Faça algo pelo outro,  se não pode doar seu tempo, doe o que esta te sobrando, ou simplesmente   um ou mesmo uma oração;

7- Não viver  a sua verdade
 Esquecer que a sua verdade é que te sustenta, te ensina e te estimula  a  estar consciente de  si  mesmo,  e 100% presente no mundo.


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

pensar como criança

O que você  queria  ser quando  era criança?
Pergunto o  que  você queria ser  criança e não quando se tornasse adulto
O que  você  pensava quando acordava de manhã?
Qual era o seu planejamento? suas atribuições?
Qual era  a sua expectativa para aquele dia?
Quando eu me lembro dos meus dias de infância, a sensação que mais me vem à  cabeça e no coração, é  o sentimento  de ação.
Ainda não era o sentimento de  liberdade como ele é posto hoje em dia. Mas era um sentimento de ação livre.
 Eu vivia aquele dia em toda a sua intensidade.
Sem me preocupar com o passado.
Sem me preocupar com o amanha.
Apenas o hoje.
Se por acaso, no meio do caminho houvesse uma pedra e isso ocasionasse uma queda ou um arranhão, ou chorava até passar a dor, ou nem ligava e continuava fazendo o que estava fazendo com minha total atenção.
Quando penso na minha infância penso  foco no agora , empenho, presteza para agir, gentiliza, compartilhamento, esquecimento de coisas sem importância...
Acredito que com você  aconteceu a mesma  coisa.
De modo que minha pergunta é: em qual momento  deixamos de  dar importância  ao que sentimos, ao que realmente é importante para nós? para prestar atenção ao que os outros sentem, pensam e falam a  nosso respeito.

Gosto de pensar que podemos voltar a ser crianças no nosso emocional  e que podemos voltar a nos importar conosco mesmo nas mesmas proporções.