Total de visualizações de página

domingo, 29 de junho de 2008

samba de raiz e hitchcock


Ontem dei uma saidinha pra poder escutar um pouquinho de samba.

Fui no Empório Gourmet, um bar e restaurante aqui da minha terrinha, Nova Iguaçu, e acabei me deparando com o show da Fafá da Portela que canta um samba de raiz de primeira.

Beleza.Voz bonita, super simpática,presença boa.

Quinta, 03/07 tem Noca da Portela. Vou ver se dou um pulo lá.

Adorei a Fafá, dava pra ficar até altas madrugadas escutando-a cantar, mas o tal frio do Rio, me fez voltar correndo pro meu velho e bom capuccino e querido edredon.

Novamente me adentrei na Tv.Dessa vez HBO

O nome do filme: Você gosta de Hitchcok?

Tudo começa na produção, que é da Espanha/Itália mas os atores falam em inglês com sotaque.(?)

O enredo é o seguinte: estudante de cinema Giulio é louco por Alfred Hitchcock. Um dia ele vai à locadora e encontra sua vizinha, que está alugando um dos clássicos do diretor, "Pacto Sinistro". Pouco depois, acontece uma série de assassinatos com referências a filmes do mestre do suspense.

Aí você pensa: Uau! deve ser fantástico!

Mas só posso dizer: horror! horror! filminho estranho, com gente esquisita.

Medíocre. Pálido, diante da grandeza magnifica de Hitchcock.

O protagonista dando uma de James Stewart é de matar, não sei de rir ou de chorar.

Vi até o final porque não estava acreditando no que estava vendo.

O Hitch, coitado! deve estar se remexendo na sua tumba até agora!

sábado, 28 de junho de 2008

anjos?...anjos!


Hoje acordei e cismei que vi um anjo...

Um anjo lindo me sorriu e me encheu de contentamento e de um estranho prazer que há muito tempo não sentia...

Hoje quero viver aos extremos, aos precipícios, sorrir bastante, e se tudo der certo, gargalhar....

Estranhamente, como em desígnios, pesquisei só um pouquinho encontrei isso:

28/06 Dia do Anjo da Simplicidade

"Minha vida é plena na
simplicidade das minhas atitudes."

Hoje é meu dia de ser Simples

Quanto mais nos sintonizamos com o amor e com a intuição da Alma, mais simples se torna viver. No nível da personalidade tendemos a complicar tremendamente as coisas; porém, quando nos tornamos receptivos à orientação interior, a vida se torna simples, clara e livre do que é supérfluo.

Fonte:Angels- O portal dos Anjos

Para mim que acredito em anjos, isto simplifica bastante minha vida.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

...


"Quero viver como quem passeia junto ao mar,
tão perto do abismo quanto possível..."(Thoreau)

quinta-feira, 26 de junho de 2008

cronicas de nárnia


Ontem fui ao cinema, dia de ingresso na promoção,muita chuva e céu cinza. Mas nem liguei.

Como fui com o Bi e a Ju não consegui convencê-los a ver O Agente 86 e acabamos assistindo Crônicas de Nárnia e o Principe Caspian.

Uma graça de filme.

Preferi esse do que o primeiro filme da série.

Eu adoro filme que tem muita fantasia, ação, personagens míticos, animais falantes como o nobre Aslan, ah! mentiiiriiinhas boas de ficção.

E aqueles centauros?São umas coisas lindas...

É filme de criança, eu sei. Mas adoro.

Adoro igualmente Harry Potter, A Bússola de Ouro, História sem fim...

Levei minha criança no cinema ontem e ela ficou apaixonada pelo principe Caspian....

Se eu fosse uma menina mimada ia sair chorando do cinema, batendo o pezinho querendo um príncipe daquele pra mim...

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Sobre d. ruth cardoso


Ontem fiquei fora do ar o dia todo.

Postei de manhã, e depois fui viver a vida porque senão fico pendurada no computador o dia todo.

Decidi ler já que o frio no Rio tá de matar e, não dá pra fazer mais nada da vida a não ser ficar enfiada debaixo do edredom.

Entre sonos com Bi, ás vezes acordava com o silêncio e me embrenhava pelo mundo de Julio Verne.

De tarde-noite Camilinha, minha sobrinha chegou de Buzios. Colocamos o papo em dia e depois tive uma conversa séria com meus garotos.

Estão passando dos limites em todos os sentidos. Não querem estudar, brigam o tempo todo,ninguém pode ficar na segurança do seu espaço, vivem só porque os computadores e video games existem...

Tive inclusive entre outras coisas, que ouvir do Ma, que não tenho motivos pra ter depressão porque não moro na favela.

Não sei se digo: Horror, horror...

ou

É... Faz sentido.

Enfim,

Perdida no meu cotidiano, não vi o Boechat nem nenhum outro telejornal.

Então qual não foi minha surpresa hoje, ao abrir a Folha on line e descobrir que D. Ruth Cardoso morreu.

Ouvi que ela foi internada na segunda, e fiquei chateda com sua morte, embora tivéssemos diferenças no campo partidário.

Mas a admirava muito como intelectual e mulher.

Uma vez, há muito tempo, li uma longa entrevista na qual ela falava de sua experiência no exílio e de como isso influenciou sua vida, seu casamento, etc.

Ela disse que criara seus filhos sem luxos, sem consumismos, quase dentro de uma doutrina socialista.

Fiquei muito admirada com sua fala doce, porém segura e, passei a respeitá-la muito e a nutrir uma certa "inveja" por ela ter conseguido criar os filhos dentro de um sistema que eu também julgava certo, mas não conseguia colocar em prática.

Essa sua fala permeou algumas de minhas ações na criação dos meus filhos.

Uma pena sua morte.

Mas a vida é mesmo essa coisa linda,e breve, muito breve...

segunda-feira, 23 de junho de 2008

sobre leituras


Sim, eu poderia jurar pra mim mesma que sou minha única fonte de inspiração.

Quando fosse reconhecida pelo meu trabalho, dar entrevistas e dizer que não, não sofri nenhuma influência. Meu autor favorito? Machado de Assis, obviamente e James Joyce....

Mas as influências são importantes.Elas transformam a nossa forma de ver o mundo.

Nos dão perspectivas. Múltiplas. Isso influência na escrita? Deve influenciar... Nunca parei pra pensar sobre isso...

Eu poderia divagar por horas a fio minha pouca observância do mundo, minhas inúmeras e pequeninas atrocidades contra textos famosos que não me deram mais que embrulho no estomâgo.

Sim, gostei muito de Divina Comédia Humana, e mais ainda quando li aos trinta anos D. Quixote de La Mancha. Meu deus, quanto tempo perdido!

Como essa história tem tanto a ver comigo... Eu tenho tanto do Cavaleiro da Triste Figura, tão alheio a vida, infernizado pelas desgraçarias das novelas de cavaleiros que permeavam sua vida.

Seria mentirosa se declarasse que não sofro influências.

Como posso negar que depois que li Lucíola para a aula de Literatura,fiz poemas e mais poemas de amor para Lucia e Paulo. Chorei uma semana de tristeza. No meu mundinho quixotesco, o mocinho acabava sempre com a mocinha.

Anos mais tarde descobri a beleza sublime deste amor. Mas era tarde demais.Risquei José de Alencar da minha vida.

Foi uma infantilidade, eu sei. Foi um desertar do felizes para sempre. Mas está tudo perdoado.O José tem poesias lindas, é um autor profundo,romântico. Folhetim.

Mas risquei e risco qualquer autor que me dê sono, que me dê embrulhos na mente, que me faça ler mais que duas vezes o mesma frase e mesmo assim, tenha que recorrer à reminicências internas, frequentes consultas ao dicionários de sinõnimos-antônimos,que o sentido esteja nas entrelinhas, e não no dito propriamente.

Quero ter o direito de não entender um texto e não ser crucificada por isso.

Aprendi com Paulo Freire a não virar a página de um livro sem entender o que o autor está querendo dizer,que é preciso dialogar com o texto, com autor. Sempre. Daí,a importância do ato de ler.

Mas tem autor insuportavelmente egocêntrico.O diálogo só existe para quem quer dialogar.

É. acho que sou feita de minhas influências e, minhas leituras vão se fazendo num grande e profundo caldeirão de gostos e palavras, de textos duvidosos e obras perfeitas como o Alienista de Machado de Assis.

Voltamos ao Machado.

O que me falta ler do Machado é Memorial de Aires. Comecei a ler, mas algo me fez parar.

Passei minha adolescencia toda lendo Machado.

Muitas e muitas vezes no Catete(trabalhava lá numa loja de discos antigos) eu percorria calmamente as ruas, sentindo o cheiro, olhando arquitetura dos prédios antigos, procurando as ruas citadas nas obras, procurando imaginar como era...o que ele dizia...


O Machado influenciou tanto minha adolescência que o tratava de Machadão, e quixotescamente me imaginava apaixonada pelo mulato.

Ia aos sebos procurar raridades.

Um dia encontrei uma seleção de contos numa edição belissima com aquelas folhas fininhas de biblia, todo ilustrado... Uma beleza...

Sumiu nas minha mudanças. Uma lástima.

Não sou minha única fonte de inspiração. Sou feita disso tudo, e de tantos outros tantos.

E de tanta poesia que vai de Borges à Ana Cristina Cesar.

Isso é que vai me constituindo e me alimentando nas horas vagas...

Nem sei muito bem porque comecei a falar sobre isso.
Ultimamente estou meio sem começo e sem fim.

Estou numa fase da doença em que o teto é um assunto tão interessante....

domingo, 22 de junho de 2008

embalos de sábado á noite



Depois de passar o dia inteiro sem luz, porque a Light cismou de recabear o bairro justamente num sábado, me peguei lendo poesias até as tantas, e como gran finale me embrenhei pelo munda MGM.

Não sei onde tava com cabeça quando comecei a ver um filme chamado " Uma estranha passagem" com o lindo Rupert Everett, e com Christopher Walken, aquele ator que parece o sósia do pai da Angelina Jolie.

Até agora me pergunto : Porque? porque? fiquei acordada até as 2 da manhã para acompanhar uma trama sem pé nem cabeça? Tudo bem que trata de preconceitos contra gays, mas o filme é rodeado de metáforas previsíveis e um roteiro com diálogos imprevisíveis.

Enfim,nem ver o Rupert Everett nú como um deus grego valeu a pena.
Ficava arrasada cada vez que me lembrava que a fruta que eu gosto, ele come até o caroço.

Ainda tive que dormir de luz acessa. Ju cismou que anda vendo espiritos em casa.


Como não sei seé efeito de Assombrações, estou com as barbas de molho.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

sem assunto


Ando meio assim sem assunto.

Por mais que vagueie na internet, em livros, revistas e jornais, não encontro nada que me anime a sentar e escrever.

Passo as horas vendo as horas passarem e, se de alguma maneira não achasse isso muito interessante, julgaria que estou perdendo meu tempo.

Mas tenho descoberto tanto de mim.

O mais interessante é descobrir que posso ficar sem fazer nada sem culpa.

E posso pensar em mim, à distância.

Talvez o maior aprendizado seja que não ter assunto não é uma prerogativa minha.

Graças a deus!

quarta-feira, 18 de junho de 2008

festa na pedra do sal


Não há como negar.....
Eu adoro meus amigos.

Eles nem precisam pedir que eu faço qualquer coisas por ele...

E como agora uma festa, vai aí uma boa dica da amiga querida Marilia Felipe:

Festa na Pedra do Sal... Pequena África do Cenário Carioca, por lá passaram Mestres como Pixinguinha, Donga, João da Baiana e muito outros.‏
.
YAHYA PRODUÇÕES APRESENTA:HÁ MAIS DE UM SÉCULO

Refazer a nossa história, privilegiado de pessoas e valores positivos,sejam esses contemporâneos ou não.

PEDRA DO SAL Mostra de Artes;Percussão; Performances; Griot; Teatro de Rua; Capoeira e AfoxéLavagem da Pedra do Sal e desfile dos Filhos de Ghandi PALCO LARGO JOÃO DA BAIANAShows com as VELHAS GUARDAS das escolas, Mocidade Independente dePadre Miguel, Império Serrano e Vila Isabel;Chorinho antigo (choro e samba), Márcia Moura e os Partideiros

Onde:

ZONA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRODia 20 de junho de 2008, sexta-feiraDas 12h às 24h

De repente a gente se esbarra por lá.....

terça-feira, 17 de junho de 2008

120 anos de fernando pessoa


Que dificuldade pra postar nesse blogger hoje. Agora quem tá de implicância é o hotmail. depois dizem que agente não quer trabalhar...

Tava lendo o jornal de sábado e dia 13/06 fez 120 anos que o poeta Fernando pessoa nasceu.

Dizem que tá maior polêmica na terrinha, porque a familia do Fernando quer vender, leiloar uma preciosa coleção de documentos e textos inéditos.

Já as autoridades portuguesas querem que sejam doados a Biblioteca Nacional Portuguesa como patrimonio nacional.

Toda obra antes de ser leiloada deve ter o aval da instituição.

Os portugueses querem que a obra de Pessoa permaneça em Portugal.

Grito lá entro: Ora pois, perguntem para o morto! Ou paguem a conta!

E sem querer, mas já querendo: E se fosse a obra de algum poeta brasileiro,hein, hein, hein?

sexta-feira, 13 de junho de 2008

mais uma dose? é claro que eu tô afim....


Hoje é dia de Santo Antonio, santo casamenteiro. Salve Antõnio!


As duras palavras sumiram do cotidiano

prometo pra mim não sofrer.

prometo pra mim não sofrer tanto.

Uma dose a mais, grito pro destino.

uma dose a mais e à esquerda, sempre.

Mas o mundo muda tanto e as coisas não se encaixam
mais como antigamente.

Minhas coxas não se encaixam mais naquela calça jeans desbotada que amo tanto.

E tudo vai passando igual metrô... veloz, escuro com flash de luz e paradas rápidas.

Ando sem tempo pra mim e isso me consome.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

namorados


Pra você que tem namorado, e reservou seu lugar ao sol nos restaurantes e motéis da cidade, divirtam-se!

Pra quem tá só, eu recomendo o filme " Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças".
Prepare o lencinho e a cabeça para refletir sobre a vida,sobre o amor, ou de como o destino costuma interferir sem comando as nossas vidas...

Agora querem uma dica bacana nesse dia 12?

Ao invés de dar aqueles cartõezinhos manjados que vimos por aí, porque não criar uma mensagem personalizada para seu amor?

É só entrar no site http:www.http://imagination3.com/

Lá você desenha e escreve o que quiser e ainda tem estampas, linhas, formas e fontes, em diversos tamanhos e a sua escolha.Se você tiver habilidades artísticas, pode usá-las á vontade.

O destinatário do cartão receberá um link para ver em uma animação o seu cartão tomando forma. Uma graça!

O site é em ingLês.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

fashion rio

Acabei de ver na GNT, o programa Fsahion Rio com Vt de alguns desfiles na Marina da Gloria.
Eu gosto muito de ver desfiles de moda, acho muito interessante como o tema indicado pelos estilistas criam vida e criativiadde nas coleções.

Gosto da suavidade dos tecidos, das cores e maquiagens.

Coisa de mulherzinha né? Que posso fazer!.

Adorei os desfiles da Maria Bonita Extra, Apoena, Cavendish e Vitor Dzenk com um estilo barroco bárbaro!

?????


Minha vida tá assim meio papai e mamãe...

Preciso de algo meio audacioso, tipo um pé no peito, um agachadinho....

Qualquer coisa qeu possa mudar minha vida em meia hora...

Tudo bem! Uma semana....

terça-feira, 10 de junho de 2008

campanha da CA

Estou naqueles dias assim.

Lendo tudo que vejo pela frente, mas nada de interessante. Só bobagens.

Vou nos sites que gosto de ler, uns têm umas coisas boas, outros o de sempre, fuço o you tube em busca da trilha sonora da minha vida e acabo vendo Xanadu...

Descubro no Querido Leitor que a campanha da CA para o Dia dos Namorados, aquele com Daniela Sarayaba falando umas coisinhas picantes foi considerda indecente e abusiva.

Eu particularmente achei a campanha divertida,e não acho que seja compreensível para menores de 15 anos. Meus filhos não entenderam nada.


"De acordo com reportagem de Cíntia Acayaba, o Conar (Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária) e órgãos de defesa do consumidor consideraram o material televisivo e os encartes distribuídos durante a campanha --chamada "Papai-Mamãe Não!!!"-- abusivos e eróticos.

A C&A informou à reportagem que retirou a propaganda em virtude da "repercussão". A agência de publicidade responsável pela campanha, a DM9DDB negou que o material fosse ofensivo.

O Conar abriu processo com base em denúncias de consumidores. Dois pais flagraram os filhos com encartes que traziam figuras que insinuavam atos sexuais, segundo a reportagem.

O Procon elaborou um auto de infração contra as lojas, que terão dez dias para se defender. Ao final do processo, a C&A pode receber multa de R$ 500 mil a R$ 5 milhões, de acordo com a reportagem."


Fonte: Folha on line



O engraçado é que as novelas da Globo são imensamente mais abusivas e eróticas em todos os sentidos, tendo inclusive, uma penetração muito maior nas familias e ninguém faz nada a respeito.

Odeio falso moralismo, e nem faço parte dessa turma, mas o que deu de criança dançando em poste e vivendo relações homossexuais a três não foi brincadeira não....

Enfim...

segunda-feira, 9 de junho de 2008

"Polacas - Mulheres do Mangue"

O Silvio Dias que é um amigo querido me mandou um e-mail pedindo pra divulgar esse evento.

Eu o faço com o maior prazer, até porque vai ser realizado na universidade que estudei e amo muito, a UNIRIO.

Então fico a vontade pra fazer o convite pra moçada:

Convidamos a todos

para visitarem e participarem das atividades da exposição

"Polacas - Mulheres do Mangue"

que acontece de 10 a 20 de junho, de segunda a sexta, na Unirio (Centro de Ciências Humanas na Av. Pasteur 458 Urca).

Dia 10, terça, 10h tem a inauguração com debate entre quatro historiadores e um coquetel..

Apareçam!

sábado, 7 de junho de 2008

....


Resolvi que além da terapia, vou fazer aulas de sapateado.

É.

Resolvi dar uma de Ginger Rogers...

Só falta arrumar um Fred Astaire...

Começo semana que vem.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

frio do rio


Uma página em branco é sempre uma página em branco...

Seja no papel,
Seja na tela do computador.

E como não sei desenhar,
nem pintar,
nem cantar,
nem uivar...
danei-me...

Só sei escrever, e hoje a cachola está meio assim... meio assado....

É o frio que me deixa assim.

Só com vontade de ler, tomar chocolate quente e dormir debaixo do edredom.

O frio do Rio.

Não o frio de Petrópolis, nem o de Maringá, nem o de Penedo, nem o de Minas, nem o de São Paulo ou do Uruguai.

É o frio do Rio.

Frio de rachar.

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Flavia Vivendo em Coma,


Agora a noite quando abri meu e-mail vi que tinha um comentário pendente para ser publicado.

Era um comentário para um post antigo, mas ao terminar de ler logo soube de quem era.

Odele Souza é a mãe de Flavia Souza, que há dez anos está em coma por ter seus cabelos sugados pelo ralo da piscina de seu prédio.
Não podemos esquecer este caso,é grave demais, é dolorido demais para que permaneça nos porões da memória.

Fica aqui mais uma vez meu desagravo contra a lentidão e impunidade da justiça.

E também uma sugestão: Porque não postarmos uma blogagem coletiva, um abaixo assinado alguma coisa para que o caso de Flávia tenha uma repercussão midiática.

Acredito na solidariedade das pessoas e nesta incrível rede chamada blogsfera.

Um beijo Odele e força.

Reproduzo seu comentário.

"Fafi,

Sei que o post é antigo, mas só agora consegui chegar aqui por uma pesquisa que estive fazendo no Google. E mesmo atrasada, MUITO OBRIGADA por este post sobre a história e a causa de Flavia. Continuo na luta Fafi, à espera de justiça para Flavia, que sabemos é apenas mais um exemplo da NEGLIGÊNCIA e da IMPUNIDADE que reinam em nosso país.

Um abraço."

dia do meio ambiente

O meio ambiente não precisaria de um dia de homenagem se todos nos lembrássemos de sua importância diária em nossas vidas.

Dia do meio ambiente são todos os dias...

Preservar, cuidar, economizar, aguar, adubar, amar...

Todos os dias sem descanso...



E torcer, fazer figar, pagar promessas pra que esse dia possa ser celebrado pelos nossos tatatataranetos, como o dia em que a consciência coletiva venceu a arrogância e a ganância dos poderosos!

quarta-feira, 4 de junho de 2008

obama obtém indicação histórica e disputa presidência dos EUA

'Hoje posso ficar diante de vocês e dizer que eu serei o candidato democrata para presidente dos Estados Unidos', disse o senador e primeiro negro na história a concorrer à Casa Branca.



Torço por duas coisas: Que ele não decepcione e que no meio do caminho não me apareça uma Mônica Lewisnki

deixe a sua criança sair pra brincar...


Dia desses quando fui no meu médico aconteceu uma coisa deveras estranha.

Hoje acordei com o acontecido na cabeça.

Estava eu sentada esperando minha vez, quando entrou um senhor.
Sua cara era muito simpática e como todas as cadeiras estavam lotadas, eu me levantei para ele sentar.

Sim,levantei, apesar de ter na sala, homens jovens sentados, que sequer esboçaram o desejo de se levantarem.

Mas eu aprendi essa gentileza e nunca a perdi, antes pelo contrário, repassei para meus filhos e filha.

Gentileza gera gentileza.

Então, lá estava eu.

Pedi uma lixa de unha para a atendente já que minha unha lascou.

Não sei como, o senhor começou a brincar comigo, e dali a pouco estávamos conversando.

Ele lá, eu cá.

Só nós dois tricotando numa sala cheia e silenciosa, que ignorava nosso divertido bate papo.

De repente, ele levantou-se e ficou do meu lado.

Começou a falar.

Era psicólogo e estava estudando motricidade. Tinha acabado de chegar de um workshop de holismo.

Quando do nada:

"Olha, você está num estado de tensão muito grande, não pode ficar assim não, é jovem, bonita,irradia energia positiva, não, não pode mesmo..."

Eu quieta.

"A depressão é quando a pessoa desistiu de tudo. Quer partir. Você realmente quer partir?"

Eu quieta.

"Olha, existe uma criança dentro da gente, ela mora dentro do nosso coração, é linda e divertida. No estado de depressão, essa criança está quase morta. Não deixa a sua criança morrer,não."

Eu quieta com lágrimas nos olhos.

"Leva sua criança pra brincar garota, deixa ela se divertir, ver o sol, andar descalça, pegar chuva, distribuir sorrisos. E depois, quando ela voltar pra dentro de você, verá que estará curada, será outra mulher."

Eu quieta e sorrindo.

"Não desita, medita. Busca a energia que ela tá dentro de você."

Nisso, a porta do consultório se abriu. Era a minha vez.

Quando saí, nos despedimos cordialmente. Dei-lhe um abraço e um beijo bem gostoso. Trocamos e-mails.

Quem estava ali desde o inicio, não entendeu nada.

Mas eu entendi tudo.

Mantra de hoje: Vou deixar minha criança sair pra brincar... vou deixar minha criança sair pra brincar....vou deixar minha criança sair pra brincar...

terça-feira, 3 de junho de 2008

lições de marçal aquino


Ha algum tempo li uma entrevista com o Marçal Aquino, no qual ele dizia que sua literatura precisa do estímulo da realidade e, que ele adorava o programa linha cruzada, de onde ele tirava algumas imprensões para sua obras.

Fiquei feliz, porque em meus contos recorro muito às minhas leituras da vida real dos jornais, dos casos que ouço, de programas populares que vejo quando tenho tempo.

Mas me sentia um pouco culpada por isto.

Gosto de romancear a realidade, sem o compromisso do final do feliz.

Percebi que meus contos são feitos das desgraças do dia a dia, sem intenção nenhuma de tirar proveito da vida dos outros.

A vida é cheia de desgraças mesmo.

Pequenas, grandes, nossas, dos outros...

Finda a leitura posso dizer:Marçal Aquino me abriu os olhos e tirou um peso das minhas costas.

segunda-feira, 2 de junho de 2008

quanto vale a amazônia?


A matéria do fantástico ontem a respeito da venda de lotes na Amazonia para estrangeiros é uma vergonha nacional, e ao mesmo tempo uma temeridade.
O que me impressiona são as brechas na legislação brasileira que favorecem este tipo de negócio escusso.

Quero acreditar que no governo Lula serão tomadas as medidas necessárias para acabar com esse verdadeiro assalto à mão armada a nossa floresta.

Fiquei boquiaberrtta de saber que se vendiam lotes na Amazônia.Na minha cabeça,isso não deveria acontecer.A floresta não é um reservatório nacional e protegido pelo governo?

Uma floresta para mim é invendável.

Como podem vender áreas de floresta com espécies nativas e até com bichos como onça e macacos?

Isto é um absurdo!

O tal empresario suiço,Johan Eliasch, casado com uma socialite brasileira falou que seu único interesse é preservar a floresta porque ela ama árvores.

Ora bolas, ele ama muito árvores!

Afinal, comprou 160 hectares, uma área maior que São Paulo, o que me intriga é que possivelmente essa área tenha jazidas de ouro e diamante.

A tal ong do qual ele é presidenre, arrecada dinheiro para "proteger a floresta" e promover ações sociais na cidade de Democracia.

Mas diante do que vimos no video, não há absolutamente nenhum investimento na cidade e nem geração de rendas, de empregos, construçao de escolas...Absolutamente nada.

Boto fé que a ABIN vai investigar a fundo e propor uma mudança na legislação, para impedir que isso continue acontecendo, porque senão quando abrirmos os olhos, a Amazônia já era.

Estará em solo brasileiro, porém loteada para estrangeiros.

Caso seríssimo.

Trocando alhos por bugalhos:




Ontem peguei um cineminha e fui ver Indiana.

Cenas inverossímeis, uma história de busca arqueológica rodeada de explosões e muitas brigas...entretenimento puro à la Spielberg.


Só achei que a historinha de amor ficou meio água com açucar demais...

Mas peraí estamos falando de Indiana Jones...

Harrison Ford continua com seu charme inabalável. Numa cena, ele está vestido basiquinho: camiseta branca e jeans. Olha... Uma coisa!

Gostei.