Total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

jardim das esculturas

Perto de Melbourne, na Austrália, numa pequena cidade chamada Marysville, podemos encontrar um jardim original constituído por uma grande mancha de floresta tropical. O que o torna peculiar é não só o facto de se situar dentro de uma área urbana mas sobretudo a enorme quantidade de esculturas que se encontram disseminadas por todo o lado. Ao todo são mais de uma centena de figuras de terracota com formas de crianças, duendes, sereias, animais fantásticos e outros seres fabulosos que parecem saídos de um conto de fadas e que se fundem com o ambiente como se ali fosse a sua casa.





O autor dessas esculturas e também proprietário do jardim é Bruno Torfs, um artista sul-americano que se radicou na Austrália há alguns anos e aí encontrou terreno apropriado para concretizar este seu projecto. Começou com quinze esculturas ao ar livre e um pavilhão onde exibia mais algumas obras suas, tais como desenhos e pinturas. Porém, depressa se apercebeu das potencialidades da escultura e é nela que tem concentrado o seu trabalho.
Actualmente o jardim da escultura, como lhe chama, é uma enorme galeria de arte no meio da Natureza a que continuamente são acrescentadas novas obras. Parece paradoxal que a arte, que como criação humana se deveria distinguir da Natureza, se encontre aqui numa perfeita fusão com o ambiente natural.



Fonte: Obvius.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

manual da tolice alheia

Tolo são aqueles que acham que são seres superiores a todos, que não existe qualidade nos outros apenas defeitos que devem ser ressaltados.
Tolos são os que consideram rever os conceitos e voltar atrás, uma fraqueza.
Sou boa de briga pra viver, pra lutar.
Os dois anos que passei de penhoar vermelho com depressão, me ensinaram o auto respeito, coisa
que não aprendi na minha casa.
Tive que correr atras do prejuizo.
Joguei fora o penhoar vermelho, e continuarei jogando tudo aquilo que não me trouxer felicidade.
O melhor lugar do mundo é o lugar onde estou feliz.
E ponto final.

E sim, escrevendo meus livros,eu consigo chegar ao final com perfeição.

sábado, 24 de outubro de 2009


Como diria Hilda Hisrt: " A vida é líquida"

E para o ralo vamos todos, os pensamentos, as palavras, a vida, esta mesma vida que todos os dias nela acordamos e fazemos nossas refeições habituais.

Se existem pessoas que pensam que tem o rei na barriga, deveríamos perguntar:
_ Hei, o seu rei defeca?
_Solta pum com cheiro de rosas?
_O que faz seu rei se achar melhor que os reis esquálidos que vivem nas barrigas de todos nós, pobres mortais?

Não será uma rosa, com certeza.

Rosas pertencem a mundos serenos e a pequenos principes que moram em outro planeta.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

(MaggieTaylor-Garden)

Troquei de setor no trabalho.
Saí da secretaria de Educação e fui convidada para trabalhar na Secretaria do Trabalho implementando projetos que são a minha especialidade.

Vou indo. Vou sempre.

Gosto de trabalhar. E gosto do desafio das possibilidades.
Meu grande projeto é a obra do Arco Metropolitano que vai passar na cidade que trabalho.Estou coordenando esse empreendimento junto com as demais secretarias municipais.

Estou apaixonada pelo traçado da obra, pelo que ela vai trazer de bom pra região metropolitana, e também profundamente preocupada com todas as mazelas em potenciais que devem ocorrer

O Arco vai passar pela baixada.
Oxalá não seja em cima da gente,por cima da gente, no meio da gente.


Miudezas:

Estou aqui.
Eu sempre estou aqui.
E a saudade corroendo por dentro.
Enferrujando as amarras.
Estou aqui, meu anjo,
eu sempre estou aqui.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

rubinho


(Maggie Taylor- Fragile)

Ontem a Juju torceu pro Rubinho.
Foi a primeira vez que ela parou para ver Formula1

Eu fui taxativa: - Não fica animada não.
Ela inocentemente me perguntou- Por quê mãe?

Num instantinho, ela soube a resposta.

Depois do Senna, a Fórmula 1, para mim, não tem mais sentido.

Alhos por Bugalhos;

Se nada na minha vida der certo, vou virar DJ.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

vestido de abelhas

Essa imagem da Maggie Taylor postada abaixo me inspirou de tal e tal.
me fez compor.


Ela vestia um vestido de abelhas
numa manhã de um dia comum.

Ela visitou cogumelos, assanhou passarinhos
e mutuamente cantou estrelas e redemoinhos.

Por andou deixou saudade
largou seus rastros a passos largos
Desfez as gramas
Enquanto os pés de amendôas escondiam as rolinhas.

Anoiteceu
e enquanto a chuva entupia as rosas
ela chorou um vale de mel.

Não havia múrmurios na calada da noite.
Apenas sonhos esquecidos, lamuriando-se,
à escolha da vizinhança.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

(maggie taylor-Bee Dress)


Vi a Ponte de Madison, novamente pela terceira vez,aos trancos e barrancos.
Nunca consigo ver esse filme numa boa,sempre acontece algo,sempre me levantando, falando ao telefone, colocando comida pras crianças, dando esporro em um e em outro...
Enfim, nunca pude sentar e ver o filme na graça de deus.
Sábado, eu vi uma parte que ainda não tinha visto. O da despedida do Robert e da Francesca.
Nossa me acabei de chorar.
Aquela renúncia era tão minha, aquele adeus era tão meu...
Aquele amor entre dois maduros, duas pessoas que sabiam exatamente o que estavam fazendo era muito mais triste do que a despedida dos dois jovens de After Sunrise.
Chorei e fui pro shopping, triste como se a história tivesse acontecido comigo.

Hoje revi Hitchcok, com seu Psicose.
A cena da banheira ainda continua sendo...
Esse filme deve ter sido uma sensação nos anos 60.
A Jú que assistiu comigo deu gritinhos de pavor.
Eu apenas ri.
Mas vale a pena assistir.

Outras miudezas:

Indo, sempre indo.
E no meio do caminho, o seu sorriso que é a coisa mais linda do mundo.
E me acaricia.
Eu sublimo e me derreto de delicias incontáveis...

miudezas

Esses dias ando meio perdida, fazendo as coisas por fazer.
uma aflição incontida, uma vontade de ser otimista, pra frente, pensar positivo, fazer bons prognósticos para o futuro, parar de pensar mal do gerente do banco, da moça da loja de roupas de marca, enfim...
Mas não consigo.
Minha alma de outono é assim mesmo. Anda sempre por aí , à cata.
Não sei bem de quê.
E também não quero saber.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

barack, o prêmio nobel

Baraca ganhou o nobel da paz...
Eu amo esse homem gente!
Eu amo cada coisa que ele faz até entender historicamente que a conquista do Brasil em sediar uma olimpiada era uma dívida histórica com a America Latina.




"O comitê deu muita importância à visão e aos esforços de Obama na perspectiva de um mundo sem armas nucleares", disse o presidente do Comitê Nobel da Noruega, Thorbjoern Jagland. "Muito raramente uma pessoa com a influência de Obama capturou a atenção do mundo e deu às pessoas a esperança de um futuro melhor."

O comitê também citou por os "esforços extraordinários" do democrata "para fortalecer a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

O comitê não deu o telefonema tradicional para avisar Obama da premiação. Mas não adiantou: Obama foi acordado de madrugada por uma ligação do porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, com a notícia. Ele se disse "honrado" com a escolha do comitê.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

quebra quebra no japeri


Gosto de frio, mas não sou fã de chuva.
e como chove nesse Japeri meu deus!
Por falar em Japeri, estava lendo as matérias nos jornais sobre o quebra quebra de ontem nas estações da baixada.
E como todas as informações são pejorativas para falar do cidadão fluminense!!!!

Quando minha filha me perguntou porque "eles" precisavam quebrar as catracas, eu respondi: revolta pelos anos de descaso, revolta porque os trens da baixada parecem os trens que levavam os judeus para os campos de concentração, isso obviamente guardadas as devidas proporções, e sem querer mexer nas histórias sagradas de ninguém.

Mas quem olha pra esse povo da baixada?
O governador não pode, está sempre viajando. Organizando as olimpiadas 2016.
Está organizando o futuro.

Eu pergunto: Hei, tem alguém aí no presente, interessado em modernizar a malha ferroviária para os trabalhaores de Japeri, Nilópolis, Queimados, Belford Roxo, Santa Cruz, Nova Iguaçu, Mesquita e adjacências?

Onde está o projeto que inclui a modernização dos trens do ramal Japeri/Santa Cruz para as olimpíadas de 2016?

Oppssss. Esqueci. Essa camada da população está excluída.

Os trens são para quem mesmo?

Eu entendo bem de trens.
Falo de cadeira, ou melhor de banco.

Chacoalho nestes trens há 42 anos. Desde que o trem de Japeri era chamado de 33.

Já peguei todos os horários de trem: O primeiro, o último, o das 5h da tarde na central, o das 6 da manhã em Queimados.

Eu entendo de trens.E sei o que os passageiros sofrem.
As humilhações.Os atrasos. Os descasos. A pouca vergonha das concessionárias.

Vi também as mudanças de concessionárias. Acompanhei o fim da Rede Ferroviaria Federal e de seus truculentos guardas federais de uniforme marrons, irem pro escambau.

Acompanhei o fim da CBTU, com seus truculentos guardas de colete azul irem escafeder-se num mar de corrupção e abandono.

E agora, acompanho a Super Supervia com seus truculentos guardas de colete vermelhos e apitos intransigentes, divideram a força bruta com seus amiguinhos, guardas de uniforme preto, com caras de mau, com seus super hiper cachorros de caça.

Eu queria ver se o Governo do Estado iria permitir que uma empresa de transporte público colocasse guardas com pastores alemães, nos coletivos da Barra da Tijuca, Ipanema, ou o Leblon do seu Manoel Carlos?

Porque no Japeri pode?

Isso é falta de respeito. É imposição pela força. É coação.

Vocês sabiam que não há banheiros nas estações da central a Japeri? São aproximadamente 1h e 45 minutos de viagem, em condições desumanas, é claro.

Se alguem tiver uma dor de barriga, tá lascado.

Meu pai infartou dentro do Japeri e saltou em Austin para vomitar e sentir a sua dor em paz. Ele não sabia que estava infartando, mas se em cada estação tivesse um posto de atendimento,atenderiam meu pai e lhe prestariam os primeiros socorros, talvez ele não tivesse morrido.

É facil colocar a culpa no maquinista,pois o ditado popular é bem claro: A corda arrebenta sempre do lado mais fraco.

É facil também colocar a culpa no povo pobre, sem educação, que se esconde na baixada fluminense, afinal, são uns bichos, não são gente.

É fácil, porque aqui a maioia das pessoas é pobre, e com pobreza se lida assim: desmoralizando, com desrespeito, colocando pra baixo o que não tem mais jeito.

É.

Assisti o quebra quebra ao vivo, com o coração partido.
Aquele povo parado na linha,depredando tudo, a poucos metros da estação, sem esperança, sem dinheiro, sem avisos...

Aliás, avisar pra que né gente?
Pobre tem que adivinhar.

Uns diriam: A culpa é do sistema.

Sistema? que sistema? Sistema não tem nome.
Não tem fundo nem culhão.

Aff. Vou parar de falar.

Sabe porque?
Como passo por isso na pele, não consigo ser imparcial.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

trívia


Volta e meia pinta um estresse, não sei se é o final de ano que se aproxima na velocidade da luz, ou se são as pessoas diferentes em setor diferente, fazendo coisas diferentes,com quem convivo ultimamente.
E essa obsessão por vermelho: desde calcinha, sapato, bolsa, esmalte.
Aliás tenho fixação por esmalte e descobri que tem um monte de gente igual a mim, que pinta a unha umas três vezes por semana. Em casa mesmo, sentada na cama, ouvindo televisão.
Hoje começa a feira de agricultua familiar na Marina da Glória, quero ir lá ver as modas e comprar queijo de cabra.
E mais tarde pensar na vida, tomar um chopp. Aliás desde que voltei à vida, todo final de semana tomo uns 2 chopps e fico pra lá de marrakesh.
Aí chego em casa e durmo no sofá.
bela biriteira eu sou.
Bela, bela,
A vida é bela.
Terminando o Principe das Nuvens. Decidi concorrer com ele no Concurso do Fundalectura.
Dia 30 é o último dia.
Será que eu vou ter grana pra enviar pelo correio?
Mistério.

tv nova baixada

(Elder, eu,Monique,Pedro e Rafael).
Hoje eu recebi o pessoal da Tv Nova Baixada para um entrevista sobre o dia da Leitura que é comemorado no dia 12/10.
Conversamos sobre minha carreira, sobre a dificuldade de ser escritor e da importância da leitura. Foi bem legal.

Um beijinho a todos.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

mercedes sosa, adiós.

viva o rio


Sejam bem vndos desde já.
Estaremos de braços abertos esperando a todos e a todas.
Fiquei muito feliz com essa vitória, principalmente pelas nossas crianças, que encontrarão nos esportes uma oportunidade de vida.
Vamos investir nessa galerinha!