Total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de junho de 2008

deixe a sua criança sair pra brincar...


Dia desses quando fui no meu médico aconteceu uma coisa deveras estranha.

Hoje acordei com o acontecido na cabeça.

Estava eu sentada esperando minha vez, quando entrou um senhor.
Sua cara era muito simpática e como todas as cadeiras estavam lotadas, eu me levantei para ele sentar.

Sim,levantei, apesar de ter na sala, homens jovens sentados, que sequer esboçaram o desejo de se levantarem.

Mas eu aprendi essa gentileza e nunca a perdi, antes pelo contrário, repassei para meus filhos e filha.

Gentileza gera gentileza.

Então, lá estava eu.

Pedi uma lixa de unha para a atendente já que minha unha lascou.

Não sei como, o senhor começou a brincar comigo, e dali a pouco estávamos conversando.

Ele lá, eu cá.

Só nós dois tricotando numa sala cheia e silenciosa, que ignorava nosso divertido bate papo.

De repente, ele levantou-se e ficou do meu lado.

Começou a falar.

Era psicólogo e estava estudando motricidade. Tinha acabado de chegar de um workshop de holismo.

Quando do nada:

"Olha, você está num estado de tensão muito grande, não pode ficar assim não, é jovem, bonita,irradia energia positiva, não, não pode mesmo..."

Eu quieta.

"A depressão é quando a pessoa desistiu de tudo. Quer partir. Você realmente quer partir?"

Eu quieta.

"Olha, existe uma criança dentro da gente, ela mora dentro do nosso coração, é linda e divertida. No estado de depressão, essa criança está quase morta. Não deixa a sua criança morrer,não."

Eu quieta com lágrimas nos olhos.

"Leva sua criança pra brincar garota, deixa ela se divertir, ver o sol, andar descalça, pegar chuva, distribuir sorrisos. E depois, quando ela voltar pra dentro de você, verá que estará curada, será outra mulher."

Eu quieta e sorrindo.

"Não desita, medita. Busca a energia que ela tá dentro de você."

Nisso, a porta do consultório se abriu. Era a minha vez.

Quando saí, nos despedimos cordialmente. Dei-lhe um abraço e um beijo bem gostoso. Trocamos e-mails.

Quem estava ali desde o inicio, não entendeu nada.

Mas eu entendi tudo.

Mantra de hoje: Vou deixar minha criança sair pra brincar... vou deixar minha criança sair pra brincar....vou deixar minha criança sair pra brincar...