Total de visualizações de página

domingo, 6 de maio de 2012



Se digo que gosto de desafios, é porque gosto.
Mas pensava até hoje em desafios, apenas no ambito profissional.
Se tenho desafios no trabalho, mas fissurada fico para resolver o problema, achar soluções, e partir sempre em frente até a próxima empreitada..

E trabalhando em educação, é preciso matar um leão por dia, para estar minimamnete em habilitada para trabalhar e poder    transformar vidas...

Mas até hoje, não transferia essa habilidade para minha vida pessoal.
Tapada.
Toupeira.
Perdi um tempo até perceber, que os problemas que julgo que carrego, são apena desafios, como os que encaro todos os dias numa secretaria de educação, pra dar conta do que é preciso.
Meus problemas pessoais não são cargas cármicas, pacotes fechados do destino, carregados de dores  e torturas mentais.

Problemas são desafios.
Desafios que exigem  planejamento, método e organização.

Capacidade de resiliência.
capacidade de sacudir a poeira e dar a volta por cima.
Isso eu tenho de montão.

E então... só me resta  encarar os desafios.  Não mais problemas a serem carregados, apenas desafios a serem encarados, e vencidos..