Total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

 Sento aqui esperando que esse sol dure mais do que ele promete
Espero que a vontade surja, indecente e que mova minhas mãos para compor algo concreto, que nem sei se quero mais...
o sofrimento é o mesmo todos os dias. O vazio é o mesmo todos os dias, mas eu me prometo nunca mais escrever coisas tristes, pois elas são pólos atraentes de mais coisas tristes e isso não vai me levar a lugar nenhum.
Tento ler um desses autores modernos. tento ler e ver se de alguma maneira me encaixo em algum lugar, mas não... são meras tentativas,  não quero mais  insistir.
Não posso fixar lendo sempre os mesmos autores esperando que eles me digam algo de novo, que nunca li. Mas eles dizem. Aí fico assim. Dependente.
Outro dia li Bukoswiki. cansei tão rápido, pois estava sempre esperando o inesperado a cada página. E ele sempre vinha. O inesperado. Aí voltei pra quem conheço bem, eu mesma. E estou assim. Tecendo retalhos, ou melhor patchwork. retalhos é algo antigo.. mas  acho que gosto mais.
Tecendo retalhos. quebra cabeças coloridos.
Não quero ordem no abismo.
Aliás, a ordem me enerva, por isso, sou assim, aquariana demais, para uma vida somente.
Não sei o que é certo, e nem quero saber. Estou cheia de angústias. Não as velhas, mas as novas, e ainda não me acostumei a elas.
O bom é que ainda nao doem, mas aos poucos vão me tirando o sono, e eu não gosto de me sentir assim: um personagem.