Total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de julho de 2014

E então... a vida.

decepções...

Decepcionar-se com uma pessoa é um ato de amor ao contrário.Não é ódio, nem amargura, nem despeito ou tristeza.

É decepção.

É  ter esperado pelo que podia ter sido e nunca foi.

Pela esperança da mudança que nunca veio.

Decepcionar-se é ter acreditado em algo melhor, num gesto diferente, numa palavra fora do lugar, é ter apostado e ter perdido.

Não é desamor.
Nem ódio.

É algo grande. Profundo.

E tão profundamente amargo, quanto o vazio.