Total de visualizações de página

terça-feira, 27 de outubro de 2015

confronte seu medo

Hoje resolvi falar sobre o medo. Este medo que nos paralisa e nos condena muitas vezes à solidão, a um emprego que não gostamos, a um relacionamento que nos faz mal, a um convívio social que odiamos. Mas ficamos ali. Alimentando a baixa auto estima, nos consolando com a grama do vizinho, que com certeza, achamos que é mais bonita que a nossa.
Eu descobri que se eu colocar o meu medo no lugar dele, ele diminui até o ponto de sumir.
E como é isso?  Primeiramente tomando consciência que ele existe. Eu digo: Ok, estou com medo. Sou uma cagona de m. E agora?qual é o passo seguinte:
Interrogatório.
1) O que acionou o meu medo?
2)Que pensamento acionou este medo?
3) Isto faz sentido para mim? estes sentimentos tem sentido? este medo faz sentido?

Se não faz sentido, e em 99% não faz, simplesmente ESQUEÇA, relaxa e vai fazer outra coisa da vida.
O medo não suporta ser confrontado, porque ele  sabe que a consciência o destrói.

Creia para ver.