Total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de julho de 2012





Estou numa fase que não me permito nenhuma impenetrabilidade...
Principalmente de pessoas.
Há pessoas que são mundos impenetráveis, e você fica seriamente tentado a pensar se ali existe um universo particular.
Certamente que si... mas nessa fase da vida, mistérios bons são os desvendáveis... não quero ter trabalho para descobrir ir o que não se mostra, o que é oculto, e tão profundamente indolor às querelas e procuras...
Quero tudo a minha disposição, os quereres, os prazeres,as tranqueiras e outras mixarias...
Minha mãe diz que tô ficando velha.
Eu acho que simplesmente estou aprendendo a viver a vida.