Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de março de 2014

photo040-l.jpg (JPEG Image, 335x500 pixels)


Vamos lá, diz o peito acabrunhado.
Vamos lá, reaja e senta.
Deixa vir, que ela vem.
Está doida pra sair dessa jaula que se encontra.
Vamos, você consegue! grita o cérebro ensimesmado
Até quando? murmura o coração
Até quando vai ficar guardando tudo isso aí dentro de você?
Liberte-se! Senta! Reage! Levanta! inspire! se deixe levar! Liberta!
Ela vem...
Ela sempre veio. Porque não viria agora?
Vem ou não vem, poesia?
Ela  murmura baixinho: Eu vou.