Total de visualizações de página

terça-feira, 5 de maio de 2009

miudezas


Hoje bateu umaa doideira doida.

Vontade de escrever um conto do avesso, que fale de amores. Sim, salibim.
De amores desencontrados. Lógico, senão não é amor...
De amores estranhos...
de pessoas que se amam pelo que representam, independente de sexo, formação moral ou cívica.

Outra, descobri que não ligo mais para a burrice( desculpe, sempre evitei chamar alguéns de burro, mas tem gentes, que não tem jeito mesmo.É esse o termo adequado) e pobreza de espírito de algumas pessoas.

Tem gentes que não mudam nem se jesus descer na terra e dizer: - Muda awê,gente boa!

Eu é que não vou ne preocupar.

Prefiro estudar o sexo doas anjos.