Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de maio de 2009

simonal

Fui ver o documentário Simonal-ninguém sabe o duro que dei, e fiquei impressionada com a história desse moço, eu era bem menina e me lembro que ainda o vi cantar em alguns programas de auditório tipo B, mas simplesmente não perguntei porquê, até porque não conhecia a sua história de sucesso nos anos 60.

Vendo o filme você percebe que pode ter sido um tipo de ingenuidade falastrona da parte do simonal, mas também concordo com as vozes que dizem que houve um tanto de racismo contra este criolo que ousou brilhar por conta própria.

Mas está aí. É fato. É história.

É certo também que atualmente no cenário do estrelato nacional deve ter um monte de mau cárater, estão aí, fazendo sucesso e enchendo as burras de dinheiro.

Mas vamos e venhamos, estamos em outra época, de valoes invertidos, de éticas furadas.

Não sei se o Simonal dedurou ou não, o fao é que ele era um artista, com uma voz lindissima, de um talento nato

Simonal foi enterrado em vida, e nada do que se faça poderá restaurar os seus primeiros brilhos, seus erros e acertos.