Total de visualizações de página

terça-feira, 9 de junho de 2015

sobre julgar os outros


Na minha opinião, observar  o outro é diferente de julgar o outro.
A gente  julga quando de alguma maneira, queremos impor um ponto de vista, geralmente  o nosso, é claro, ou  julgamos quando de alguma maneira, deixamos a raiva, a  inveja  e muitos outros sentimentos nocivos tomarem conta de nossos pensamentos.
Observar as comportamentos e atitudes do outro para mim, é  analisar com julgamento minimo, (porque por mais que trabalhemos isso, continuaremos julgando,  porque faz parte da natureza humana julgar)  para poder  aprender algo com a vida alheia.
Eu por observação, vejo muitas pessoas se entregarem a vida completamente sem a consciência divina do aprendizado. São pessoas que por mais que tenham sofrido todos os tipos de situações, ainda assim, não compreendem o sentido da vida.
Ou seja, tudo o que acontece conosco, tem um  significado. No passado, no agora, no futuro.
É um milagre podermos  aprender conosco mesmo,  para melhorar a nossa vida, para nos trazer bem estar e abundancia em todos os sentidos.
Aprender com nosso sofrimento, com nossos erros é fundamental para amadurecer a nossa mente e alegrar o nosso espirito.
O nosso espirito que está conosco desde  sempre, quer mais é que sejamos felizes. Ele vai apontando os caminhos através de  sinais,  que muitas vezes  não prestamos atenção, porque nosso ego, diz que não precisamos de mais ninguém nessa vida.
Precisamos de  todos, porque somos interligados, conectados na mesma fonte. O que nos diferencia é o que nos agrega, que  nos conduz.
Observe. Aprenda. Entrega. Confia. Receba. Agradeça.