Total de visualizações de página

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

oficinas de mario quintana


Entre entre o vai e vem corrido do dia a dia vou pensando o que posso fazer para melhorar o mundo, e resolvi então, organizar uma oficina com textos do Mário Quintana.

A escolha do Mário foi tão natural quanto escolher Clarice Lispector,Cecilia Meireles ou Adelia Prado caso fosse tratar do universo das mulheres.

Essas são minhas mães poéticas.E meus pais poéticos são Mario Quintana, Manuel Bandeira e Manoel de Barros.

Mas meu coração é apaixonado pelo Mário. Eu amo profundamente sua poesia desde menina quando acreditava que os mistérios da vida se resumiam ao mundo das formigas.

A escolha foi meio natural ou sobrenatural, sei lá.

Estou bolando uma oficina de 20 horas, algo bem legal, com biografia, sarau, criação de texto, etc...

Ainda não sei muito bem como é, mas assim que a idéia desencarnar,conto pra vocês.

Aceito sugestões dos meus criativos amigos e leitores.

E pra adoçar o dia, um muito de Quintana:

SIMULTANEIDADE

- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.

Mario Quintana - A vaca e o hipogrifo