Total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

meus dias


Indo e vindo sem certeza de que as coisas vem e vão mesmo ou é só mais uma das minhas esquisitices de mulher de quarenta.

As idéias vem e vão, sobem e descem. Roda gigante.Mas me perturbo com as coisas que saem de mim.
aleatórias ou não. Não sei se quero mais escrever.
Tanta responsabilidade sobre a palavra.E tantos remorsos escondidos.
E essa vitória do Obama, podendo mudar o mundo, e eu sem saber lidar com o meu mundo camuflado,errático, complexo e complicado.

Quero trocar o template do blog, e cortar os cabelos. Ficar ruiva. Loira, já que black power não dá.

Peço aos deuses um amor que me entenda, e ao me médico que libere duas xícaras de café por dia.

Cafeína, naftalina, coca líquida, e um mundo de roupas pra doar.Não sei se para o bazar da igreja ou para o gari que recolhe o lixo todas as terças, quintas e sábados.

O coração, vagabundo como sempre e sem consciência politicamente correta bate freneticamente em frente as vitrines de biquíni que nem na outra encarnação caberão nesse corpo.

Os olhinhos brilham igual cachorro na frente da máquina de frango por livros que ainda não li e aquela sapatilha vermelha da cantão que está na promoção,mas fora do meu alcance.

Enquanto isso me alimento dos blogs alheios, já que não tenho inspiração pra escrever o meu.