Total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

saudade

(foto:Gaenna)


Ela estava assim.Sentindo-se como éter.

Vontade de evaporar,sumir... desaparecer...

Senhora de idéias estranhas, sentia-se estranhamente sozinha

com a saudade apoderando-se dela como uma deusa vingativa.

Ela sentou e esperou para ver se algo de normal acontecia.

Se recebia um chamado.Um apelo.

Ela sentou e esperou para ver se recebia um legado. Um consolo.

Mas nada veio...

Fitando o vazio com os olhos lubrificados, deixava -se levar à um ponto sem

retorno.

E quanto mais fitava o vazio, mas dele se apoderava.

E a dor,que não tem fim, estava sempre ali, martelando sua estocada final.

E a saudade....

Ah! a enorme saudade dos que nada podem fazer a não ser esperar

continuava desgraçadamente a arder.

Á espera de um legado.um apelo.um consolo. um chamado.