Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de setembro de 2009

...

Coisa desimportante essa de ter que ficar sofrendo coisas pra poder escrever.
Que coisa horrorosa ter que submeter à palavra aos desenganos do dia a dia.
Pensando bem, eu poderia escrever um verso qualquer e fingir que assim cumpro ordenadamente a rotina.
Queria na verdade,uma bóia.
Dessas bem grandes, coloridas e com um buraco no meio, para eu passar desapercebida nesse oceano de intenções.
Sim, sei que passei das medidas.Mas não tô nem aí.
Vou continuar aqui, onde estou, desenhando coraçõezinhos de hidrocor.