Total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de setembro de 2009


Faça-me rir.
Conte-me uma piada ácida.
Diga-me qualquer coisa
uma palavra ao menos.
Não me deixe assim, por aí, sem contato com a nave mãe.
Vou vagando caminhos infinitos e quando descanso na beira do caminho,
não tem nem uma árvore para fazer sombra.
bing, bing, bing.
Bang,Bang, Bang.