Total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

os normais 2

Ontem me enchi de tudo e saí de casa disposta a encarar a linda tarde de inverno.

Fora aborrecimentos com a 3G da vivo,o saco de ter que aturar fila na loja TIM, resolvi entrar cinema e ver Os Normais 2.

Devo dizer que não fazia isso há anos,ou seja, há anos que eu não entrava sozinha num cinema,e olha que faço isso desde os doze anos,quando batia ponto todo final de semana nos Cinemas América e Carioca,na praça Saens Peña.Hei,alguém se lembra de como eram bonitos esses dois cinemas,um do lado outro, em calçadas diferentes em pleno coração da Conde de Bonfim?
Os cinemas tinham uma arquitetura do Rio antigo,muito bonita mesmo, eu amava.
Foi no America que assisti 8 vezes ao filme Grease,para aprender os passos de dança de Olivia Newton John e John Travolta.

Porém, nos últimos 15 anos só vou ao cinema com as crianças,raras são as vezes que curto um cineminha para"adultos", e como a Ju ainda é pequena, virei habitué de cinema infantil,que por sinal,não tenho nada contra,mas é bom poder estar só novamente, fazendo o que gosto, e ir ao cinema é uma das coisas que mais gosto de
fazer na vida.

Feliz com minha liberdade recém re-descoberta,compro o tal do combo super.Quase engolida pelo enorme saco de pipoca, entro feliz na salinha escura,mas obviamente,sessão das 2,quarta-feira de promoção,eu não podia esperar muito da platéia.

Ou seja,o cinema estava repleto de muito jovenzinhos,muito bate papo,celulares tocando, gargalhadas fora da hora,comentários-tolerância-zero e silêncios inesperados.

Não,não devo reclamar,afinal, o bonito da vida, é conviver.

Respirei fundo, me concentrei na pipoca,no refri de 700ml,e encarei uma das tardes mais divertidas da minha vida.

O filme é um comédia escrachada.

Vani e Rui, são incompatíveis no relacionamento mas os atores dão um show, totalmente integrados nas suas personagens,que dá um gosto gostoso de ver,ou melhor de rir.
Até o senso comum fica engraçado na interpretação da Fernanda Torres.

A história do filme se passa numa noite apenas,e a verdade da vida é aquela mesma.

Qual casal não tenta,ou tentou pelo menos uma vez na vida sair da rotina, e saiu por aí buscando alternativas para os seus relacionamentos?

Tudo poderia ter dado certo,se a história não fosse do Rui e da Vani.

O texto leve,saudável é tão cheio de... Fernanda Young.
É, eu sei,o roteiro é dela, e ela mesmo ausente, faz uma ponta perceptível nas falas que saem da boca da Vani.

Quem mais poderia nos dias de hoje falar xoxota, senão Fernanda Young?
Eu sou super fã dela.

Vá correndo ver o filme.É massa.