Total de visualizações de página

domingo, 14 de março de 2010

dia da poesia

AVESSO

Atravessaria um rio grosso
no meio da noite
para decifrar tuas pegadas,
o rastro luminoso dos teus olhos.

Atravessaria a superfície
silenciosa dos espelhos
para ver o teu avesso.

Caminharia sobre água
e fogo
para soletrar teu corpo.


Poesia de Roseana Murray in Recados do Corpo e da Alma, ed. FTD, 2003