Total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Amazônia Ilegal


Acabei de abrir um e-mail de um amigo mexicano, Luis Octávio, que me enviou uma mensagem em slide.
Ele que mora em Texoatlan,está apavorado com o que leu, e eu não posso negar que ao ler o e-mail, também me deu uma reviravolta no estômago.

O contéudo está num livro de geografia do 6º grau,intitulado "Introdução a Geografia" de David Norman e está sendo utilizado na Junior High School e é uma verdadeira afronta aos latinos americanos e principalmente, a nós brasileiros.
O absurdo já começa no mapa do Brasil sem a Amazonia e o Pantanal. Numa outra página, a área da Amazônia está sinalizada como sendo um área internacional sob controle dos Estados Unidos e das Nações Unidas.

No conteúdo ainda vem escrito que nós brasileiros e demais paises latinos somos incultos, ignorantes, autoritários(!?)miseráveis e que não temos condições de tomar conta de um lugar com tamanha biodiversidade devido ao nosso primitivismo.
Segundo o slide, o texto é uma preparação para formação da opinião púbblica americana para uma futura tomada de território.
Inclusive, dizem que desde dos anos 80 que foi criada a FIRAF( Primeira Reserva Inetrnacional da Floresta Amazônica) apoiada pelo G23, para salvaguardar a água e e todas as vaquinhas de presépio do G23 concordaram que nossa ignorância é tamanha e que não só daremos cabo do "pulmão do mundo", como da humanidade inteira.

Isso inclusive é o discurso para justificar a Operação Colômbia que tem a presença de mais de 80 mil soldados norte americanos, com base no Suriname.
Mas os alunos norte americanos não precisam se desesperar porque os Estados Unidos não deixarão isso acontecer.

Tem outras cositas terribles escritas.

Eu não duvido de nada disso, O Greenpeace já vem alertando a alguns anos sobre essa possiblidade de tomada de território pelo EEUU.

É assim que os governos norte americanos vêem o mundo: Como objeto de posse e é por isso também que são odiados,porque fazem odiar e se fazem odiar.

No texto, o autor David Norman, nos chama de irresponsáveis, cruéis, país de tráfico de drogas, etc...
Como se eles fossem os reis da cocada preta, né minha gente?

Bem, está dito.

Resta-nos saber: O que faremos enquanto povo com relação a isso? O que este governo que se diz do povo fará com relação a isso?

É para preocupar mesmo.

Como diz a poeta mexicana Lina Zéron: Até quando nos dignaremos a ser somente o pátio traseiro?

E para finalizar a discussão, como se diria no antológico Chapolin Colorado:

_E agora? Quem poderá nos salvar?