Total de visualizações de página

domingo, 28 de junho de 2009

ângulos rotos


Não ainda não é a hora de acordar.
O sono faz esquecer aquelas coisas que durante o dia não deixam as borboletas voarem
de repente...não não não
Não vou buscar mais aquelas lembranças. Elas são doloridas.
Me canso só de pensar que preciso sofrer novamente sentindo coisas que não me interessam mais.
Essa coisa de sentir...sentimentos doem demais.
Até a alegria dói. A felicidade.O gozo.
Tudo que é bom dói. E tudo que ruim dói.
Basta ser sentimento e pronto.dói.
Se eu estou pronta?
Nunca estou pronta, a vida me pega de sopetão e fica me impondo coisas como um general ditador.
nunca nunca nunca
Eu tinha me prometido que não ia ser mais assim. Que eu não ia deixar ninguém se aproximar de mim.
Porque isso dói.
As pessoas te machucam, com as mãos, com o olhar, com as palavras, e se pegam alguém sensível como eu, que não sei revidar, que fico embaixo da árvore esperando a chuva passar com medo de se molhar, aí mesmo é que elas aproveitam.
E aproveitam mesmo.
Lambem os beiços diante da vítima incapaz, como um gato quando vê um rato, ou um queijo, ou um prato de ração.
Não sei nada de gatos. Sei que eles fojem quando você faz pssipssi...
Seria tão fácil fugir agora, agora que os meus cadarços dessamarraram. Seriam tão fácil, escapar por aquela janela e cair num voo rasante quinze andares abaixo, e ficar tão desfigurada que nem minha mãe teria coragem de me dar o beijo final.
Seria tão fácil me meter numa gola rulê e esconder o rosto para que ninguém me reconhecesse. Jamais.
Escuridao, multidão, devastidão.
Tudo termina do mesmo jeito: No vazio.
Solidão.
Esta tal...
Este buraco no peito que me engole toda vez que tusso.
E sei lá se vou, ou se não não vou.
Não me interessa a profundidade das coisas. Apenas encosto o dedo na água para ver as ondinhas se formando.
Nada além disso. Só superfície,
Se eu pudesse sair daqui agora, fugir por aquelas escadas rolantes, despencar qual fruta madura e fugir pela saida de serviço sem que ninguém pudesse me ver.
Eu faria.
não não não
Encarar as coisas parecem fáceis nos filmes e nos livros.
Todos sempre tem um conselho, uma magia, uma plano, uma estratégia para você encontrar a saída, todos desejam te ensinar coisas que você sabe muito bem que nunca poderá fazer.
Entupidor de esperanças.
Será que as pessoas mudam e podem se moldar as palavras das outras, aos valores das outras, aos planos e estratégias das outras, às viagens espirituais das outras?
nuncnuncanuncanunca
Tudo delirante em todos delirantes.
Nunca foi assim, e nunca será.
As pessoas não mudam e nunca mudarão, porque é assim que as coisas
são feitas e refeitas:para que funcionem desse jeito.
E se você acha que é o certo,
É mentira.
E se você diz a verdade é hipócrita.
Precisa viver num mundo de mentiras, guardar as verdades para si até que você as esqueça.
Elas não devem vir à tona,jamais.
As verdades constrangem as pessoas.