Total de visualizações de página

terça-feira, 16 de junho de 2009

sobre vinhos

Depois da depressão, aliás, diga-se de passagem, há vida após a depressão,ando uma tomadeira de vinho de primeira.
Dia desses até ensaiei um pilequinho, daqueles deliciosos, de friozinho, uma boa conversa e tal, valeu super a pena a dor de cabeça do dia seguinte.
Juro por deus que vou dar mais valor a Deise Novakoski, do Menu Confiança, ela sempre dá umas dicas geniais sobre vinhos,mas eu sou muito desorientada e não presto muita atenção, não anoto nada, não gravo, não desenho, essas coisas, e depois fico igual uma pateta em frente a prateleira do supermnercado tentando encontrar um vinho que preste.
Porém ontem tomei um vinho argentino delicioso, nunca escondi de ninguém minha predileçáo por um Merlot chileno, mas esse cabernet sauvignon chamado Navarro Correias, de uma coleçao privada de 2005 tem um sabor dos deuses e deusas do olimpo.
Se eu fosse vocês, eu anotava a dica.