Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

aniversario da mariazinha

 

Há 43 anos atrás, às 6 da manhã, eu nascia.

Minha mãe conta que a parteira  quase me deixou cair no chão.

 D. Nelly fala: -Sempre foi assim. Nasceu com presa.

Dividi o peito da minha tia com a minha prima, e aos três meses larguei para sempre o peito da minha mãe.
Sinto que ela se magoa com isso, pois meus irmãos mamaram muito no  peito, e eu simplesmente desapegada, lhe virei o bico.
Mas a mágoa não é profunda.


Porque depois, invariavelmente,  ela retruca: -Sempre foi independente.

Na casa que nasci, no dia do meu parto, era meu pai que  levava  água quente pra parteira e seus  tamancos iam batendo no chão cheio de tacos...
Bem na hora em que eu vinha coroando,  meu tio entrou no quarto e minha mãe levou um susto e eu me recolhi ao ventre novamente...
A parteira expulsou meu tio dali, e ele saiu xingando deus e o mundo .

Nesta mesma noite meu  pai tomou um porre de vinho e meu tio novamente, falou que eu era o bebê mais feio que ele tinha visto na vida....

Cresci ouvindo esta história.

Hoje no almoço,  minha mãe  contou de novo, e junto aos  meus filhos, novamente, eu a ouvi.

É nestas horas que minha vida dá uma mostra que tudo está intimamentee ligado. As coisas que acredito, a oralidade que amo, as questões que trabalho, a educação que acredito, os valores que ensino aos meus filhos, o que vivemos juntos, misturado à vida que vivi com meus pais...
Tudo se transforma nesse grande balaio chamado memória.
Nessa grande emoção que é viver.

É tão bonito.

Aí resolvi sair de casa bem cedo para comprar uma carne, já que minha mãe ia vir fazer o almoço para mim. Ela perguntou o que eu queria de presente, eu respondi: -Comida de mãe.

Já ia desapercebida da vida,  quando encontrei  minha vizinha  que me falou de dois gatinhos abandonados na rua.
Meu coração doeu.  Adotei os dois na hora. A Simone ia levar o macho, mas eu não tive coragem de separá-los, ai então fui acordar a Julia e lhe mostrar os meus presentes.

Nunca vou esquecer a felicidade do seu rostinho ao ver os gatinhos.

Os meninos foram  à Pet shop   e compraram areia pra gato, Whiskas bebê e potinhos.
Amanhã  os gatinhos  tem consulta marcada. E banho.
   
E pensar que hoje quando acordei,  e fiz minhas preces, a única coisa que pedi de presente foi  um dia fresquinho....