Total de visualizações de página

terça-feira, 12 de maio de 2015

basta ser sincero e desejar profundo






Ontem eu passei um dia muito louco.
Aliás, a loucura  toda começou no domingo, quando as 17h me lembrei que estava inscrita  no webinário da Paula Abreu do www.escolhasuavida.com.br/‎.
Fiz tudo correndo, e fiquei ligada. Assisti ao webinário desde o começo até o fim, ouvi tudo com os ouvidos bem abertos, principalmente, as palavras do  Erico Rocha do Formula de Lançamento (http://www.ignicaodigital.com.br/formuladelancamento). 
O Érico é o guru  do marketing  digital atualmente no Brasil.
O webinário fazia parte de uma campanha de antecipação dos  lançamentos  dos cursos de ambos.
Cursos que eles ensinam como a gente faz pra trabalhar, fazendo o que gosta, e ainda ganhando um bom dinheiro.
Eu fiquei pensando a manhã inteira se participaria ou não.
Se investiria ou não uma grana mais ou menos alta, nessa empreitada, ou se ia  aprendendo lentamente pelos videos do You Tube. Ou seja, comendo pelas beiradas.
Quando me peguei pensando assim:
"Estou com medo, acho que não vou fazer isso não, e as contas no mês que vem? e a campanha  de Queimadas que tenho que fazer, tenho que pagar o técnico,  tenho que pagar a gráfica?

Meus pensamentos foram direcionados para a escassez, e quando chegou a um ponto enervante, eu tratei logo de mudar a chave.

Fiz minha mente desencanar.
Este curso,  vai me dar algumas chaves, vai me ensinar a potencializar o que já sei, o que já tenho  e de maneira metódica. Então porque não? porque não conhecer? porque não investir?
Dinheiro é uma energia que você não pode prender. Como vou prender o dinheiro para fazer algo que julgo bom para mim?

Minha forma de pensar a energia do dinheiro de maneira diferente  começou com a Paula Abreu, no curso Paixão, Modo de Usar.
Comecei vendo os vídeos, e no módulo 4  a Paula trata exatamente da nossa visão de abundância. Fiz os exercícios com bastante calma, pensando realmente o que eu achava sobre o assunto, e olha quando o assunto é dinheiro, o negócio dá pano pra manga!
Mas é um assunto que a gente tem que tratar. Principalmente dentro da gente.
Eu tinha várias crenças limitantes a respeito do dinheiro e ainda me policio bastante para enterra-las de vez da minha vida. Mas me sinto muito mais apta agora do que antes para receber a abundância em todos os sentidos  e não somente na parte financeira.
Porque pra mim, isso também não adianta de muita coisa. Ficar pensando somente em dinheiro igual uma enlouquecida e se esquecendo que tem outras coisas importantes  na vida. Mas não pensar em dinheiro  também é um problema.

Então temos que pensar no dinheiro, como pensamos  a vida, de maneira  harmônica.
O Curso da Paula me deu uma aflição, me tirou da minha zona de conforto e comecei a pensar  qual de fato era  a minha paixão...Eu já  estava nessa busca ha muitos anos.
Teve um momento que pensei que nunca mais iria encontrar alguma paixão na minha vida.
O curso me deu inquietude. Me fez olhar com outros olhos para minha vida,e redescobri minha paixão por escrever. Redescobri o meu blog, mudei  o template depois de quase 7 anos, passei a postar todos os dias. Passei a estar aqui no lugar que amo estar, fazendo o que gosto de fazer..

Vou correr todos os riscos que eu quiser com a plena consciência que no final tudo vai sair como eu estou planejando.Se é pra ser aprendiz de universo, eu quero me jogar inteira nesta viagem. Quero experenciar. Vencido o medo, foi como  se ele nunca tivesse existido.

A unica coisa que está comigo é a alegria,a  expectativa, e o  orgulho porque  tomei a decisão que julguei acertada para mim. Não fui atrás da cabeça de ninguém, não fui induzida a nada. Pensei muito e resolvi dar uma chance a minha curiosidade.
Como eu poderia escrever aqui todas as  manhãs. se tivesse traído  a mim  mesma e deixado o medo me vencer?
Como poderia ser aprendiz de universo se ignoro os seus sinais?
Estou feliz.
Fiz um investimento em mim. E  vou compartilhar sempre com vocês, todos  os meus ensinamentos.
Porque  não é fácil o caminho do auto conhecimento. É muito melhor ir junto, do que sozinho.