Total de visualizações de página

quinta-feira, 7 de maio de 2015

exercício do desapego- cadernos de exercícios- praticando o bem estar

Como vocês sabem estou em pleno exercício de me auto conhecer vivenciando nesses exatos momentos a fantástica possibilidade que são oferecidas pelo universo.
Todos os dias experimento a dádiva maravilhosa que é tomar consciência de mim mesma apenas através da observação dos meus pensamentos e  das minhas sensações.
Estou aprendendo que os pensamentos e emoções devem sempre ser questionados, sejam eles bons ou ruins.
Mas o que queria falar hoje, é sobre uma coisa que eu demorei muito pra entender e ainda estou no processo de entendimento, (mas  vou compartilhar com vocês  mesmo assim), que é a questão do desapego.
Eu nunca havia pensado na questão do desapego na minha vida. Nunca tinha pensado que tinha apego a pessoas, lugares, coisas ou situações.
Mas foi só pensar e observar que vi que tinha apego sim, inclusive a coisas e pessoas que me faziam muito mal, sem que eu tivesse consciência disso.
Vi mais: vi que em várias momentos da minha vida, o apego tinha sido  a causa da minha infelicidade, estagnação e procrastinação.
Veja só vocês... uma palavra tão pequena e que poderia trazer sentimentos  tão bonitos,  e na verdade traz. mas o apego que deve ser usado com precaução e moderação, senão, vira prisão.

Por efeito da sincronicidade, conheci uma coleção de livretos bem legais da Editora Vozes, que tem vários títulos, com vários autores diferentes,  tratando de diversos  assuntos sobre auto conhecimento chamado Cadernos de Exercícios- Praticando o Bem Estar,  com ilustrações de Jean Augagneur.



Os livretos são todos de  exercícios práticos pra você poder  buscar o equilíbrio interior, maravilhar-se com o mundo e com as pessoas, descobrir seus talentos ocultos, e também  exercícios para aprender a desapegar-se, e  livrar-se de coisas  e sentimentos inúteis.

Além do mais, as ilustras são fantásticas pessoal.
E o livro é todo  interativo, ou seja, você pode escrever neles, recortá-los, pintá-los, enfim, é como voltar na infância brincando com os diários, e eu adoro  diários!!

Na coleção tem um título que se chama Para saber Desapegar-se da Rosette Poletti  e Barbara Dobbs.
Eu fiz  dois exercícios desse livreto.
O que posso dizer é que  depois que fiz  os exercícios, a minha mente parece que entendeu a situação de uma maneira tão eficaz, que desde então, pouco  penso no assunto, e quando penso, tenho um bom entendimento dele.

Então quem  tiver  uma questão consciente de desapego para desfazer, eu  recomendo os exercícios desse livreto, mas faça com alma aberta, com amor, deixando que as energias boas estejam presentes.
Deixe que o apego se vá, e que fique  a paz interior.